Vila e Santos não assustam Barbarense

A classificação para as quartas-de-final do Campeonato Paulista foi muito comemorada por jogadores e comissão técnica do União Barbarense. Nem mesmo o fato de, agora, ter de enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, diminuiu a empolgação do elenco. "Será um jogo extremamente difícil, até porque o Santos conta com jogadores que já conheço como Paulo Almeida, Robinho e Diego, que possuem uma qualidade técnica invejável. Mas nem sempre os favoritos vencem. Futebol é assim...", acredita o técnico Sérgio Farias, que conhece alguns jogadores desde os tempos em que trabalhou nas categorias de base do Santos. O União foi o último clube a garantir a classificação. Após vencerem o Atlético Sorocaba por 2 a 1, os jogadores continuaram em campo, esperando o resultado do confronto entre Portuguesa e América (2 x 2). O gol de empate luso foi marcado no último minuto e quando o resultado foi confirmado torcedores e atletas explodiram de alegria. "Foi angustiante. Após o jogo, ficamos no gramado esperando pelo fim do jogo do América. Nunca mais quero depender de outros resultados", exclamou o atacante Chico Marcelo. Com a combinação de resultados, o time de Santa Bárbara, quarto colocado do Grupo 1, chegou aos 13 pontos contra 12 dos americanos. Um dos destaques da vitória do União foi o atacante Benítez, que estreou marcando o segundo gol. Há um mês, com sua liberação para jogar emperrada na Federação Paulista de Futebol, ele comemorou o gol e a classificação. "Não poderia ter sido melhor. Demorou para eu ter condições, mas estrear e marcar foi muito."

Agencia Estado,

15 de março de 2004 | 13h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.