Thiago Toledo/PontePress
Thiago Toledo/PontePress

Vila Nova e Ponte Preta empatam em Goiânia e continuam em crise na Série B

Equipes não conseguem sair do 0 a 0, no Serra Dourada, nesta sexta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

10 de maio de 2019 | 23h45

Vila Nova e Ponte Preta entraram em campo pressionados e em crise nesta sexta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. O resultado, no entanto, não foi ideal para nenhum dos dois. As equipes ficaram no empate sem gols pela quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e seguem longe da parte de cima da tabela.

As duas equipes chegaram aos dois pontos, com o Vila Nova ficando em 13º e a Ponte Preta em 14º, já que o time goiano tem um saldo de gols superior (-1 a -2).

No entanto, outros seis jogos ainda serão disputados na rodada, entre sábado e segunda-feira, e os principais concorrentes de Vila Nova e Ponte Preta poderão pontuar.

O Vila Nova começou a partida dando sinais de nervosismo e cometendo erros individuais. A primeira grande chance da Ponte Preta se deu justamente assim, em erro de passe de Ramon que deixou Matheus Vargas sozinho para finalizar. O meia da Ponte arriscou um chute cruzado e acertou a trave esquerda de Rafael Santos.

A resposta do Vila Nova foi em jogada de Facundo Boné, que cruzou rasteiro para Juninho. Sozinho na pequena área, o atacante fez o mais difícil e conseguiu bater para fora, perdendo um gol incrível.

Após o início acelerado, o ritmo do jogo caiu e o empate se arrastou até o segundo tempo. Os dois times tinham muita dificuldade para armar jogadas de ataque e a partida parecia se encaminhar para um empate sem grandes emoções até os 26 minutos, quando Alan Mineiro, que já tinha cartão amarelo, parou contra-ataque e foi expulso pelo árbitro mineiro Igor Benevenuto.

Mesmo com um homem a menos, o time da casa conseguiu conter o adversário e segurou o resultado. Ao final da partida, a torcida presente ao Serra Dourada se manifestou com vaias e criticas ao time. Um dos únicos poupados foi justamente Alan Mineiro, que teve seu nome cantado pelos torcedores até mesmo quando recebeu o cartão vermelho.

Os dois times voltam a campo no outro final de semana. No dia 17 de maio, a Ponte Preta recebe o Operário-PR no Moisés Lucarelli, em Campinas. No domingo, o Vila Nova vai ao estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, enfrentar o Botafogo-SP.

FICHA TÉCNICA

VILA NOVA 0 X 0 PONTE PRETA

VILA NOVA - Rafael Santos; Felipe Rodrigues, Diego Jussani, Philipe Maia e Hélder; Ramon, Joseph (Neto Moura), Facundo Boné (Capixaba) e Alan Mineiro; Bruno Mota e Juninho (Erick). Técnico: Eduardo Baptista.

PONTE PRETA - Ivan; Arnaldo, Renan Fonseca (Alex Maranhão), Reginaldo e Abner; Airton, Edson, Matheus Oliveira (Gabriel Fernandes), Matheus Vargas e Gerson Magrão; Batista (Thalles). Técnico: Jorginho.

ÁRBITRO - Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG).

CARTÕES AMARELOS - Philipe Maia, Ramon, Alan Mineiro e Bruno Mota (Vila Nova); Renan Fonseca, Edson, Abner e Batista (Ponte Preta).

CARTÃO VERMELHO - Alan Mineiro (Vila Nova).

RENDA - R$ 14.230,00.

PÚBLICO - 1.197 pagantes.

LOCAL - Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.