Vila Nova-GO homenageia Túlio por atingir 803 gols

Clube goiano promove ações para comemorar feito do atacante, que foi campeão brasileiro de 95 pelo Botafogo

16 de outubro de 2007 | 20h34

A diretoria do Vila Nova-GO vai homenagear o atacante Túlio Maravilha pela marca de 803 gols na carreira, feito atingido na goleada do último sábado sobre o Nacional-PB, em Campina Grande, na Paraíba, por 5 a 1. Mais de 500 camisetas em alusão ao 800.º gol estão sendo confeccionadas. Uma placa do artilheiro na sede do clube, uma chuteira de ouro para Túlio levar para casa e uma festa, ainda nesta semana, completam as homenagens.   Do lado do Atlético-GO, líder da fase final, o técnico Sérgio Alexandre espera o julgamento do volante Róbston para definir o time que encara o ABC, em Natal, pela segunda rodada do Octogonal Final. Se o jogador não for suspenso pelo STJD, o treinador não fará nenhuma mudança em relação ao time que goleou o Barras-PI, por 6 a 0. Caso contrário, Jair deve aparecer no meio-campo.   Já o Bahia - terceiro colocado no octogonal, deve ter até quatro mudanças para encarar o Vila Nova, em relação ao time que bateu o Crac-GO, no último domingo, por 1 a 0, na Fonte Nova. O técnico Arturzinho não poderá contar com o zagueiro Cléber Carioca, o meia Inho Baiano e o atacante Nonato, todos suspensos, e ainda pensa em sacar Elias, para dar nova chance a Cleber.   A direção do Barras-PI optou por permanecer na capital piauiense para o jogo de quinta-feira, contra o Bragantino. A intenção é treinar no Albertão, para fazer a equipe se acostumar com campos de maiores dimensões. O atacante Joniel foi afastado por motivos disciplinares. Além dele, o técnico Flávio Araújo não terá o zagueiro Serginho e o atacante Pantico, suspensos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.