Reprodução/Vila Nova Twitter
Reprodução/Vila Nova Twitter

Vila Nova quebra invencibilidade do Botafogo-SP e vence a primeira na Série B

Com o resultado, time goiano desencanta na competição e sobe para a décima colocação, com cinco pontos, contra nove do clube paulista

Redação, Estadão Conteúdo

18 de maio de 2019 | 21h22

O Vila Nova quebrou os 100% de aproveitamento do Botafogo-SP ao vencê-lo por 1 a 0, em partida realizada neste sábado, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela quarta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O único gol foi marcado por Neto Moura, de pênalti, logo aos dois minutos do primeiro tempo.

Com o resultado, o Vila Nova desencantou na competição e subiu para a décima colocação, com cinco pontos, contra nove do Botafogo-SP, que acaba caindo para a segunda colocação. O líder é o Londrina, com dez.

O gol logo aos dois minutos do primeiro tempo, marcado por Neto Moura, em cobrança de pênalti, após a bola bater na mão de Luiz Otávio, quebrou com a tática do Botafogo. Mesmo em boa fase, o time paulista não conseguiu se impor, acabou sendo dominado pelo Vila Nova, que armou uma estratégia para segurar o resultado.

O time goiano foi administrando e criando oportunidade em cima de lampejos de seus jogadores. Aos 22 minutos, após cobrança de escanteio, Neto Moura desviou e Wesley Matos completou por cima do gol de Darley. Bruno Moura também tentou em chute de fora da área, que passou rente à trave.

O Botafogo, por outro lado, sentiu o gol sofrido e não conseguiu encontrar forças para ameaçar no primeiro tempo. O time paulista foi chegar com perigo apenas aos 11 minutos, da etapa final, com Luiz Otávio. O zagueiro recebeu de Marlon Freitas e cabeceou no travessão.

O time paulista foi gostando do jogo e saiu na pressão para cima do Vila Nova. Bruno José foi lançado em velocidade, trombou com Wesley Matos e chutou para defesa de Rafael Santos. O atacante voltou a ameaçar o goleiro, que fez uma grande defesa para salvar a equipe goiana.

O Vila Nova optou por administrar a vantagem no segundo tempo e, com isso, acabou criando poucas oportunidades de gol. Aos 32 minutos, Ramon aproveitou o rebote da defesa do Botafogo e chutou para defesa de Darley.

O Botafogo cansou de perder gols nos minutos finais. Em boa jogada de contra-ataque, Dodô exigiu grande defesa de Rafael Santos. O goleiro ainda pegou, na sequência, a cabeça de Bruno José. Antes do apito final, Henan recebeu dentro da área e isolou, desperdiçando a última chance da equipe paulista.

Na próxima rodada, o Vila Nova enfrenta o CRB na sexta-feira, às 19h15, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. No sábado, o Botafogo visita o Operário-PR, às 19h, no Germano Grüger, em Ponta Grossa.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO-SP 0 X 1 VILA NOVA

BOTAFOGO-SP - Darley; Lucas, Leandro Amaro, Luiz Otávio e Pará; Jonata Felipe (Henan), Marlon Freitas e Nadson; Murilo Henrique (Dodô), Rafael Costa e Erick (Bruno José). Técnico: Roberto Cavalo.

VILA NOVA - Rafael Santos; Jeferson, Wesley Matos, Diego Jussani e Hélder; Joseph, Ramon e Neto Moura; Richard (Boné), Gustavo Silva (Capixaba) e Bruno Mota (Juninho). Técnico: Eduardo Baptista.

GOL - Neto Moura, aos dois minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Marielson Alves Silva (BA)

CARTÕES AMARELOS - Lucas e Marlon Freitas (Botafogo-SP); Hélder e Gustavo Silva (Vila Nova)

RENDA - R$ 66.271,00.

PÚBLICO - 5.497 torcedores.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.