Vilches e Mena são chamados no Chile para pegar o Brasil nas Eliminatórias

A seleção chilena estreia nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018 diante do Brasil, no próximo dia 8, em Santiago. E terá pelo menos dois conhecedores do futebol brasileiro do seu lado. O zagueiro Vilches, do Atlético-PR, e o lateral-esquerdo Mena, do Cruzeiro, estão entre os 16 convocados nesta quarta-feira para o confronto.

Estadão Conteúdo

23 de setembro de 2015 | 15h45

O técnico Jorge Sampaoli decidiu anunciar primeiro os nomes que não atuam no futebol chileno. Entre eles, estavam Vilches e Mena, que estão longe de serem destaques de seus clubes, mas parecem contar com a confiança do treinador. Além do Brasil, eles também estão confirmados para a segunda rodada das Eliminatórias, diante do Peru, dia 13, fora de casa.

Mas os jogadores de Atlético-PR e Cruzeiro não são os únicos que conhecem bem o futebol brasileiro. Dois dos maiores destaques da seleção também tem seus nomes bastante ligados ao País. Valdivia, atualmente no Al-Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, chegou a ser ídolo do Palmeiras, enquanto Eduardo Vargas, hoje no alemão Hoffenheim, teve boa passagem pelo Grêmio.

Eles foram dois dos melhores nomes do Chile na histórica conquista da Copa América deste ano, em casa. Assim como o meia Arturo Vidal, que se transferiu da Juventus para o Bayern de Munique, e o atacante Alexis Sánchez, do Arsenal, que, como não poderia deixar de ser, também foram chamados para pegar Brasil e Peru.

Confira os 16 nomes chamados para a seleção chilena:

Goleiro: Claudio Bravo (Barcelona/ESP).

Defensores: Miiko Albornoz (Hannover/ALE), Francisco Silva (Jaguares/MEX), Christian Vilches (Atlético-PR), Mauricio Isla (Olympique de Marselha/FRA), Gonzalo Jara (Mainz/ALE), Gary Medel (Inter de Milão/ITA) e Eugenio Mena (Cruzeiro).

Meio-campistas: Marcelo Díaz (Hamburgo/ALE), Matías Fernández (Fiorentina/ITA), Felipe Gutiérrez (Twente/HOL), Jorge Valdivia (Al-Wahda/EAU) e Arturo Vidal (Bayern de Munique/ALE).

Atacantes: Alexis Sánchez (Arsenal/ING), Eduardo Vargas (Hoffenheim/ALE) e Fabián Orellana (Celta de Vigo/ESP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.