Villa pede para não ser questionado sobre seu futuro

Em poucos segundos, David Villa foi de vilão a herói na vitória contra a África do Sul, neste sábado. Depois de desperdiçar um pênalti, o atacante precisou esperar poucos segundos para que a Espanha roubasse a bola, armasse o ataque e ele concluísse de primeira um lançamento, para abrir o marcador da partida. Ao término da partida, no entanto, a pauta dominante era sobre o futuro do jogador. Irritado, ele disse que evitará o assunto

AE-AP, Agencia Estado

20 de junho de 2009 | 20h38

"Não quero mais falar sobre questões envolvendo o meu futuro, principalmente porque quero evitar problemas. Eu estou aqui, relaxado, feliz e pensando em marcar mais gols nas finais", afirmou o atacante, que marcou três vezes na Copa das Confederações. "Eu estou bem. Não no melhor momento da minha vida, porque tudo o que está acontecendo é profissionalmente, mas estou aqui na Copa das Confederações, que é onde quero estar".

Um dos destaques da seleção espanhola, o volante Xabi Alonso elogiou a equipe e enumerou suas qualidades. "O grupo é realmente muito bom, todos trabalhamos bem juntos. Talento, inteligência, humildade e a capacidade dos atacantes se moverem nos dão tranquilidade".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.