Divulgação
Divulgação

Villas-Boas deixa comando do Shanghai SIPG e vai participar do Rally Dakar

Treinador português tem no currículo passagens por Porto, Chelsea e Tottenham

Estadao Conteudo

30 Novembro 2017 | 13h14

O técnico português André Villas-Boas anunciou nesta quinta-feira que deixou o comando do Shanghai SIPG, da China, para participar do Rally Dakar, no começo do próximo ano. O treinador de 40 anos vai competir na tradicional prova, a ser realizada novamente na América do Sul, ao lado do compatriota Ruben Faria.

+ 'Neymar está muito bem no seu novo papel de líder do Brasil', diz Puyol

+ Depoimento no Caso Fifa volta a ligar TV Globo a pagamento de propina

"Anunciamos que o clube e o Sr. Villas-Boas estão seguindo por caminhos diferentes e cada um tem agora uma meta diferente", disse o clube chinês, em comunicado. "Reconhecemos o esforço e a contribuição do Sr. Villas-Boas e de sua comissão técnica. Esperamos que tenham sucesso em seu futuro."

Com a decisão, o português encerrou sua passagem de um ano à frente do time de Xangai. Neste período, ele levou a equipe aos vice-campeonatos da Superliga Chinesa e da Copa da China. Também foi semifinalista da Liga dos Campeões da Ásia.

Apesar das boas campanhas, Villas-Boas não atendeu à exigência de buscar ao menos um título numa temporada em que a diretoria investiu pesado em reforços. O treinador tem no currículo passagens por Porto, Chelsea e Tottenham.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.