JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Vilson vira sétimo desfalque no Palmeiras, e Kleina confirma time

Jogador está com edema na parte posterior da coxa direita e também não atuará no clássico

Daniel Batista, Agência Estado

22 de março de 2013 | 16h46

SÃO PAULO - Chegou a sete o número de desfalques - todos por lesão - que o Palmeiras terá para enfrentar o Santos, neste domingo, no Pacaembu, pela 14.ª rodada do Campeonato Paulista. Vilson está com edema na parte posterior da coxa direita e também não vai poder jogar o clássico.

Ele se soma a Henrique e Kleber, que se machucaram na última quarta-feira, na vitória sobre o Botafogo de Ribeirão Preto, Maikon Leite, Valdivia e Souza, que já estavam contundidos, e Leandro Amaro, que sofreu torção no joelho esquerdo.

Assim, Kleina não tem outra opção para a defesa senão escalar André Luiz e Maurício Ramos como titulares no clássico. Leandro Amaro, que chegou a entrar numa lista de jogadores dispensáveis, mas permaneceu no elenco por falta de opção melhor, vai ficar um mês afastado dos gramados. Vilson será reavaliado na semana que vem e pode voltar contra o Mirassol, na quarta.

"A gente perdeu o Henrique e o Vilson está numa situação complicada. Além disso, Leandro Amaro também se lesionou. Por isso, Maurício Ramos e André Luiz jogam para dar continuidade ao trabalho", explicou Gilson Kleina.

No ataque, quem ocupará o lugar de Kleber será o garoto Caio. "Ele tem entrado bem e precisa de uma oportunidade. Possui uma característica diferente do Kleber, mas que é possível adaptar. É mais um prata da casa que vamos dar total confiança", disse o treinador, sobre Caio.

Gilson Kleina já confirmou que o Palmeiras entra em campo no clássico com: Fernando Prass; Weldinho, Maurício Ramos, André Luiz e Juninho; Márcio Araújo, Léo Gago, Charles e Wesley; Leandro e Caio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.