Vinho "El Divino 10" aumenta vendas

A doença de Maradona provocou um aumento nas vendas de vinho. A insólita notícia originou-se no Chile, onde o vinho "El Divino 10" registrou um insólito aumento em suas vendas desde o domingo, dia em que o ex-astro foi internado em um hospital em Buenos Aires. "El Divino 10" é um caubernet sauvignon do vale de Maipo, no Chile. O vinho é uma homenagem da Maradona, chamando carinhosamente de "El Diez" (O Dez) por seus fãs, em alusão ao número que ostentava na camiseta quando estava na seleção. O preço da garrafa desse vinho, lançado há dois anos, na época da Copa do Mundo realizada na Coréia e Japão, é de US$ 8,00. A média mensal de vendas é de 100 unidades. No entanto, nas primeiras 24 horas após o internamento de Maradona, foram vendidas mais de 500 garrafas de "El Divino 10". Se o ritmo de vendas continuar similar, em poucos dias estaria esgotado o estoque de 8 mil garrafas de "El Divino 10". Segundo o produtor do vinho, Eduardo Arévalo, quem costuma comprar estas garrafas "é mais por curiosidade e desejo de guardá-las como material de coleção ou para dar de presente. Não é tanto pelo desejo de bebê-lo".

Agencia Estado,

21 de abril de 2004 | 20h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.