Wilton Junior/ Estadão Conteúdo
Wilton Junior/ Estadão Conteúdo

Vinícius Jr comemora 'noite perfeita' com 1º gol pela seleção diante da família no Maracanã

Atacante do Real Madrid marca o segundo tento da goleada brasileira sobre o Chile pelas Eliminatórias

Redação, Estadão Conteúdo

24 de março de 2022 | 23h24

Vinícius Jr. foi revelado pelo Flamengo e sabe os atalhos do Maracanã. E seu retorno ao 'quintal de casa' diante do Chile não poderia ser melhor. Aos 45 minutos do primeiro tempo, o atacante aproveitou o passe de Antony e o corta luz de Neymar para anotar seu primeiro gol com camisa amarela da seleção brasileira principal. Dominou de direita e bateu cruzado de esquerda para superar o goleiro Bravo.

A festa do camisa 28 foi gigantesca no Maracanã. Soco no ar e muitos beijos na camisa. O jovem que encanta na Europa defendendo o Real Madrid ainda busca sua vaga para a Copa do Mundo. Briga com Antony, Raphinha, Richarlison e mesmo com o companheiro de Real Rodrygo, este mais em desvantagem na corrida pelas vagas.

Perto da bandeirinha, provavelmente Vinícius Jr festejou em direção à família e os amigos, alicerces de sua decolagem no futebol. O astro comprou 120 ingressos para a despedida do Brasil no Maracanã e queria que seus familiares presenciassem sua primeira partida pela seleção no Rio.

"(Uma noite perfeita no) Maracanã e com a minha família, não tinha um lugar melhor para fazer meu primeiro gol na seleção", festejou Vinícius Jr, à TV Globo. "Estou muito feliz e espero seguir ajudando a seleção, fazendo grandes jogos", seguiu.

O atacante de 21 anos agradeceu o forte apoio dos quase 70 mil presentes no estádio e não escondeu a confiança com a seleção brasileira para buscar o hexacampeonato mundial.

"Foi o último jogo no Brasil antes da Copa aqui, muito feliz de o público estar com a gente. Agora é seguir fazendo o trabalho bem feito para sair com o título no final do ano", enfatizou, já com a cabeça no Catar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.