Kiko Huesca/EFE
Kiko Huesca/EFE

Vinícius Júnior faz 2, Real vence Liverpool e abre vantagem na Liga dos Campeões

Na base da velocidade e do bom posicionamento, brasileiro brilha na vitória por 3 a 1 sobre os ingleses

Felipe Rosa Mendes, O Estado de S.Paulo

06 de abril de 2021 | 18h03

Com atuação inspirada de Vinícius Júnior, o Real Madrid abriu boa vantagem sobre o Liverpool nas quartas de final da Liga dos Campeões. Na base da velocidade e do bom posicionamento, o atacante brasileiro marcou dois dos três gols do time espanhol na vitória por 3 a 1, nesta terça-feira, no estádio Alfredo Di Stéfano, na capital espanhola.

Titular, Vinicíus Júnior marcou o primeiro e o terceiro gol do Real, mas teve chances de fazer ainda mais, diante das fragilidades da defesa do time inglês, em nova atuação abaixo do esperado. Ainda sem contar com seus principais zagueiros, o Liverpool abusou dos erros de passe e só exibiu bom futebol nos primeiros minutos do segundo tempo.

Como consequência, o campeão da temporada retrasada precisará vencer por ao menos 2 a 0 par alcançar a semifinal. Para o Real, basta um empate ou mesmo uma derrota por 1 a 0 no jogo da volta, marcado para a quarta-feira da próxima semana, dia 14. Os primeiros 25 minutos do duelo desta terça foram decepcionantes. No encontro que reuniu 19 títulos da Liga dos Campeões, as duas equipes erravam demais, num equilíbrio de baixo nível técnico. A situação só mudou aos 26, quando Kroos fez lindo lançamento que Vinícius Júnior dominou no peito e bateu na saída do goleiro Alisson.

O gol deu confiança ao Real, que buscava mais o ataque e passou a dominar as ações. Criou oportunidades para ampliar a vantagem. Mas o time da casa, jogando no embalo de Modric e Casemiro, não precisou do seu poder de criação para marcar o segundo gol. A defesa do Liverpool fez o serviço quando Alexander Arnold tentou desviar de cabeça novo lançamento em profundidade e entregou nos pés de Asensio, que mandou para as redes com facilidade, aos 35.

O técnico Jürgen Klopp sequer esperou pelo intervalo para começar a mudar o Liverpool. Trocou Keita por Thiago Alcântara ainda no primeiro tempo. A conversa no vestiário deu resultado e os visitantes controlaram os primeiros minutos da etapa final. Aos 5, descontaram. Diogo Jota investiu pelo meio da área e acionou Salah, que conteve três marcadores e finalizou. A bola acertou o travessão antes de entrar.

Quando o Liverpool dominava e parecia perto do empate, Vinícius Júnior voltou a brilhar. Em jogada de Modric, o brasileiro recebeu sem marcação na entrada da área e bateu forte, no canto esquerdo de Alisson, aos 19 minutos. Abalado pelo terceiro gol do Real, o time inglês só voltou a equilibrar o jogo nos minutos finais, já com Roberto Firmino e Xherdan Shaqiri em campo. Mas já era tarde demais para reduzir a boa vantagem construída pelos espanhóis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.