Fabio Menotti/Palmeiras
Fabio Menotti/Palmeiras

Vinicius, goleiro do Palmeiras, volta a testar positivo para covid; campeão da Copinha é chamado

Mateus, de 19 anos, dono da meta palmeirense no título do último dia 25, chega domingo em Abu Dabi para compor o elenco do time no Mundial de Clubes da Fifa

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2022 | 15h15

Único caso de covid-19 na delegação do Palmeiras que está em Abu Dabi para a disputa do Mundial de Clubes, o goleiro Vinicius Silvestre voltou a testar positivo na contraprova realizada nesta sexta-feira, dia 4, nos Emirados Árabes Unidos. Segundo o clube, ele está assintomático e continua isolado no hotel onde a equipe está hospedada. Terá de permanecer assim durante dez dias. Não jogará o Mundial, mesmo sem sentir sintomas da doença.

Vinicius Silvestre foi diagnosticado com covid-19 nos testes realizados no elenco assim que o Palmeiras desembarcou nos Emirados Árabes, na quinta-feira. Todos os outros atletas que estão no país-sede do evento testaram negativo. Eles farão exames regulares. 

Com a necessidade de haver três goleiros entre os 23 jogadores relacionados, Mateus, de 19 anos, campeão da Copa São Paulo pelo Palmeiras no último dia 25, foi convocado por Abel Ferreira para a disputa do Mundial. Ele se junta a Vanderlan e Giovani, zagueiro e atacante do sub-20 que também estão em Abu Dabi. 

O caso de Vinicius Silvestre é o terceiro diagnóstico positivo de covid-19 no Palmeiras nesta semana. Anteriormente, o atacante Gabriel Verón e o lateral uruguaio Piquerez também testaram positivo e não viajaram com o grupo para a competição. Os atletas estão sendo monitorados e, caso testem negativo, podem embarcar para os Emirados Árabes nos próximos dias. Por enquanto, eles estão fora da disputa. 

O Palmeiras tem até o próximo dia 6 para definir os nomes dos 23 inscritos no torneio. A demora se dá por causa da pandemia. Até lá, os três jogadores que testaram positivo podem ser integrados ao grupo a tempo da inscrição. Vinícius estava no ônibus do Palmeiras que deixou a Academia em festa e viajou com o time de avião. 

O Palmeiras estreia no torneio na próxima terça-feira, às 13h30 (de Brasília), contra Monterrey ou Al Ahly. Nesta sexta-feira, o elenco palmeirense realizou o segundo dia de atividades em solo árabe. "Temos de competir, ser intensos, ter ajuda mútua do companheiro, não deixar o companheiro sozinho no campo, seja para atacar ou defender. O Abel fala muito disso, então temos de trazer à memória o que fez a gente chegar até aqui. O competir é a base do nosso time", disse o meio-campista Raphael Veiga. 

Neste sábado, também às 13h30, Al Ahly e Monterrey se enfrentam para decidir quem seguirá no Mundial. O vencedor será rival do Palmeiras na semifinal.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasfutebolMundial de Clubes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.