Vinte mil acompanham enterro de Jesús Gil

Mais de 20 mil pessoas passaram pelo estádio Vicente Calderón neste sábado, onde o corpo do ex-presidente do Atlético de Madrid, Jesus Gil y Gil, foi velado. Os torcedores tiveram de esperar muitas horas na fila até que pudessem render homenagens ao dirigente, que ocupou a presidência do Atlético nos últimos 17 anos e que morreu na sexta-feira em conseqüência de um derrame cerebral. Depois de ser exposto durante praticamente todo o dia no salão de honra do estádio, o corpo foi transportado para o cemitério da Almudena. Gil y Gil tinha 71 anos e havia sido internado no último dia 9 de maio na UTI da Clínica Centro depois de sofrer uma embolia cerebral.Entre as muitas autoridades de governo e do mundo esportivo, estiveram na cerimônia de sepultamento alguns representantes do Real Madrid - o mais tradicional rival do Atlético - como o presidente Florentino Perez e os diretores Jorge Valdano e Emilio Butragueño. ?Ele era um incômodo constante, mas nos lembraremos sempre dele?, disse Valdano.Os jogadores do Real, Raul e Gutti também estiveram no enterro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.