Viola assaltado de novo em São Paulo

O atacante do Santos, Viola, 32 anos, foi assaltado, na noite desta terça-feira, por volta de 22h30, quando trafegava com sua Kawazaki vermelha, de placa DMA-1169, pela Marginal de Pinheiros. Dois homens, que estavam em outra moto, o renderam e, além de levar sua motocicleta, ficaram também com o capacete, o celular e uma bolsa com algumas roupas. Antes de fugir revelaram que pretendiam usar essa moto para assaltar um pedágio.Viola retornava do treino do Santos, na Baixada Paulista, e se dirigia à própria residência em Alphaville. Ele contou aos policiais do 91o. DP - Ceasa/Vila Leopoldina que, ao ser abordado pelos dois assaltantes, no trecho em que a Marginal chama Av. Embaixador Macedo Soares, eles estavam numa Agrale azul e branca e o ladrão da garupa era quem estava armado.Usando capacete, Viola identificou-se e os ladrões pediram que descobrisse a cabeça para conferirem se era ele mesmo. Ao identificá-lo desculparam-se, mas mesmo assim iriam levar sua Kawazaki, pois essa máquina fazia parte de seus planos futuros. Prometeram que ele iria recuperá-la. Este é o segundo assalto sofrido por Viola este ano. No início de setembro, ele teve o carro roubado no acesso à Rodovia dos Imigrantes, quando se dirigia à Baixada Santista para uma sessão de treinos. Naquela oportunidade, o técnico da equipe do Santos, Cabralzinho, aconselhou o jogador a se mudar para Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.