Viola atrapalha, mas Fluminense vence com seu trio ofensivo

Duque de Caxias abre 2 a 0, com golaço de Viola, mas 'Máquina Tricolor' engrena no segundo tempo

Leonardo Maia, Agência Estado

23 de janeiro de 2008 | 21h46

A verdadeira estréia da "Máquina Tricolor", com Leandro Amaral, Dodô e Washington jogando pela primeira vez juntos, por pouco não funcionou. O Duque de Caxias surpreendeu o Fluminense, na noite desta quarta-feira no Maracanã, ao abrir 2 a 0, mas cedeu a virada no segundo tempo, com gols de Thiago Silva, Leandro Amaral e Washington. Edvaldo e Viola marcaram para o time da Baixada. Veja também: Botafogo bate o Friburguense e se mantém invicto no Carioca  Com gol de pênalti, Vasco bate Americano no Carioca Com o resultado, o Fluminense lidera o grupo A da Taça Guanabara, com seis pontos. O Duque continua com três e está em segundo.Mal houve tempo para a "Máquina" engrenar. Logo aos oito minutos, Mádson fez boa jogada e cruzou para Edvaldo abrir o placar. O Fluminense, então, partiu para o ataque com ímpeto, mas o Duque de Caxias jogava bem, marcando com eficiência e saindo com velocidade no contra-ataque. Aos 25 minutos, Viola mostrou que a vitória por 5 a 2 sobre o América, na estréia, não fora obra do acaso. Ele completou cruzamento de Alan e fez um golaço de voleio.Com grande desvantagem, o técnico Renato Gaúcho se desesperava à beira do gramado a cada chance clara perdida. E foram muitas. Washington cabeceou na trave, aos 22 minutos. Aos 36, foi a vez de Ygor perder de cabeça, sozinho.À saída de campo, Viola ainda provocava: "O mando de campo é nosso. O Maracanã é nossa casa hoje". O veterano atacante estampava o conhecido sorriso. "O nosso time é bem arrumadinho e podemos competir de igual para o igual com os grandes. E o Viola sempre aí, feliz e alegre, fazendo a alegria do povo". Fluminense3Diego; Gabriel, Thiago Silva, Luiz Alberto, Gustavo Nery (Júnior Cesar); Ygor, Fabinho (Cícero) e Thiago Neves    ; Leandro Amaral, Dodô e Washington (Maurício)Técnico: Renato Gaúcho Duque de Caxias2Fernando    ; Eduardo    , Alessandro, Daniel     e Alan; Marcelo Cardoso, Silva, Renatinho (Humberto) e Madson; Edvaldo (Fabinho) e Viola     (Dudu)Técnico: Manoel NetoGols: Edvaldo, aos 8; Viola, aos 25 minutos do primeiro tempo; Thiago Silva, aos 3; Leandro Amaral, aos 8; e Washington, aos 27 minutos do segundo tempoÁrbitro: Leandro Noel LaranjaRenda: R$ 209.666,50Público: 15.102 pagantesEstádio: Maracanã, Rio de JaneiroMas a alegria de Viola não duraria tanto tempo assim. Logo aos 3 minutos, o zagueiro Thiago Silva resolveu fazer o que os atacantes não faziam. Ele pegou rebote da zaga e disparou canhão para diminuir. Leandro Amaral iria completar a infelicidade de Viola cinco minutos depois. O ex-vascaíno tabelou com Dodô e ficou livre diante de Fernando, tocando com categoria por cima do arqueiro.Duas alterações de Renato ajudaram a mudar o panorama da partida. As saídas de Gustavo Nery e Fabinho para as entradas de Júnior César e Cícero.O Tricolor ganhou movimentação e passou a levar perigo constantemente. Inevitavelmente, a virada veio e com o vértice mais avançado do trio ofensivo. Washington completou de cabeça cobrança de falta de Thiago Neves e marcou, aos 27 minutos.Com o Duque de Caxias entregue, o Fluminense começou a tocar a bola e cozinhar o jogo. Renato tirou Washington e colocou o volante Maurício para segurar o resultado e matar a zebra. Na próxima rodada, o Tricolor encara o Macaé, enquanto o Duque de Caxias pega o Flamengo.Outros resultados do grupo A: O Macaé venceu em casa o América por 1 a 0. O Macaé tem quatro pontos e é o segundo colocado. O América não tem ponto. Em Saquarema, o Boavista derrotou por 3 a 2 o Volta Redonda, e é o quinto, com três pontos. O Volta Redonda soma 1 ponto é o sexto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.