Viola chega e Guarani empata com Marília

A diretoria do Guarani planejava fazer uma grande festa na abertura do Campeonato Paulista, apresentando seus novos reforços, principalmente o atacante Viola. Mas ele chegou uma hora atrasado ao estádio Brinco de Ouro, onde a torcida do time ficou frustrada após o empate com o Marília, por 1 a 1, nesta quarta-feira à noite, em Campinas, pelo grupo 2 da competição estadual."A torcida pode ficar tranqüila porque vou dar muitas alegrias para ela", prometeu Viola, que viu o jogo no camarote de número 7 do estádio. Nesta quinta-feira, ele fará exames médicos e assinará contrato de três meses, com valor total de R$ 135 mil. Viola foi festejado ao lado de outros reforços que chegaram ao clube para o Paulista. Mas eles ainda não puderam jogar. O zagueiro Tiago está machucado, o volante Sidney continua fora de forma e os argentinos Loscrin e Liberman, não tiveram as inscrições confirmadas.Em campo, o desfalcado Guarani levou sufoco do Marília, que dominou o meio-de-campo, com destaque para o meia Éder, criando boas chances e obrigando o goleiro Jean a praticar três boas defesas. Jean só não conseguiu evitar o gol aos 28 minutos, quando o zagueiro Juninho não interceptou um cruzamento e a bola sobrou para o veterano atacante Sorato, que ajeitou no peito e fez 1 a 0 para o Marília.No segundo tempo, o Guarani voltou a apresentar os mesmos erros, principalmente nos passes. O Marília, sem ser ameaçado, preferiu tocar a bola para garantir a vitória. Mas o castigo veio no final, num lance de desespero, em que Roncatto virou o corpo e chutou. A bola quicou no chão, enganou o goleiro Marcelo Cruz, que ainda a espalmou dela bater na trave e entrar, aos 42 minutos: 1 a 1.Na segunda rodada, o Marília vai enfrentar o Palmeiras, sábado, às 16 horas, em Presidente Prudente. Este jogo não será realizado no Bento de Abreu, porque o estádio passa por reformas. Já o Guarani tentará a reabilitação fora de casa contra o Mogi Mirim, domingo, às 17 horas.

Agencia Estado,

21 de janeiro de 2004 | 22h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.