Viola garante vitória do Vasco

Viola marcou duas vezes e levou o Vasco à liderança do Grupo 6 da Taça Libertadores, na vitória por 2 a 1 sobre o Peñarol, nesta quinta-feira à noite, em São Januário. O Vasco agora divide o primeiro lugar do grupo com o América de Cali. Ambos alcançaram 9 pontos ganhos, mas a equipe carioca tem um jogo a menos e está agora praticamente classificada para a segunda fase da competição. O último gol do Vasco foi marcado aos 46 minutos do segundo tempo, quando a torcida ofendia o técnico Joel Santana, aos gritos de "burro", pelo fato de ele ter substituído Pedrinho por Paulo Miranda, minutos antes.Apesar de Viola ter feito os dois gols, o grande nome do jogo foi Romário. No primeiro gol do time, aos 14 minutos da etapa inicial, o artilheiro chutou a bola, que bateu no goleiro e sobrou para Viola conferir. Depois, Romário foi praticamente nulo até o lance decisivo da partida, no qual driblou três adversários antes de servir Viola, que só teve o cuidado de completar para o gol.O Vasco atuou bem no primeiro tempo, mas caiu muito de rendimento nos últimos 46 minutos. Outro destaque em campo foi o goleiro Hélton, que evitou pelo menos três gols do Peñarol com defesas muito difíceis.O gol da equipe uruguaia surgiu aos 41 minutos do segundo tempo, numa cobrança de escanteio. A zaga do Vasco falhou e Giacomazzi não desperdiçou. O Vasco quebrou assim um tabu. Havia quatro partidas que não vencia o Peñarol. Romário, porém, continuou sem marcar em jogos da Libertadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.