Viola reclama da postura do Santos

O atacante Viola deverá retornar nesta terça-feira a Santos para acertar suas contas com o clube. Hoje, ele teve o primeiro contato com a diretoria para homologar a rescisão de seu contrato, comunicada no dia 23 de dezembro, e se revelou magoado com a forma utilizada: por telegrama. "Podiam ter me chamado e agradecer por tudo o que fiz pelo Santos, me respeitar pelo profissional que sou", reclamou.O desfecho das negociações ocorreu na noite de sexta-feira, quando a mulher e procuradora de Viola, Leila, comunicou que não dava para aceitar as bases salariais propostas pelo Santos. Em resposta, os dirigentes informaram que ele estava fora dos planos, como já havia sido comunicado no dia 23 de dezembro.Viola espera concluir as negociações para receber a indenização do Santos o mais rápido possível e, assim, poder acertar sua transferência para outro clube. "Quero receber o que é meu de direito para cuidar de minha vida", disse o atacante.

Agencia Estado,

07 de janeiro de 2002 | 19h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.