Fabio Motta/Estadão
Fabio Motta/Estadão

Vítima de tragédia no CT do Flamengo, Christian Esmério é sepultado no Rio

Goleiro de 15 anos é enterrado no cemitério do Irajá, na zona norte do Rio

Marcio Dolzan, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2019 | 13h22

O corpo do goleiro Christian Esmério, de 15 anos, um dos dez mortos no incêndio no CT do Flamengo, foi sepultado por volta do meio-dia deste domingo sob forte comoção. O enterro levou pelo menos duas centenas de pessoas ao cemitério do Irajá, na zona norte do Rio. Antes de ser sepultado, a pedido do pai do jogador, foi cantado o hino do clube rubro-negro.

Christian era uma das principais promessas do time e já havia tido passagem pela seleção brasileira de base. Um ônibus com amigos do jogador foi até o cemitério para que eles pudessem prestar as últimas homenagens. Boa parte dos presentes trajava camisas do clube.

O goleiro foi a segunda vítima da tragédia no Estado do Rio de Janeiro. No sábado, o zagueiro Arthur Vinícius da Silva, que completaria 15 anos nesse mesmo dia, foi sepultado em Volta Redonda, a 120 km da capital fluminense.

Christian foi uma das dez vítimas do incêndio ocorrido no alojamento das categorias de base do Flamengo no Ninho do Urubu, nas primeiras horas da última sexta. O presidente Rodolfo Landim classificou o ocorrido como a maior tragédia da história do clube.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.