Reprodução Instagram
Reprodução Instagram

Vítima do incêndio no Fla, Jhonata Ventura apresenta melhora, mas segue no CTI

Jogador está sem sedação desde segunda-feira e atendendo a comandos simples nos exames clínicos

Marcio Dolzan /RIO, O Estado de S.Paulo

12 Fevereiro 2019 | 18h28

O Flamengo divulgou nota no fim da tarde desta terça-feira informando que Jhonata Ventura, um dos três sobreviventes do incêndio no CT Ninho do Urubu e que teve 35% do corpo queimado, está apresentando melhoras. Ele está sem sedação desde segunda-feira e atendendo a comandos simples nos exames clínicos.

Jhonata permanece internado no CTI do Centro de Tratamento de Queimados do Hospital Municipal Pedro II, mas, segundo o mais recente boletim médico, ele apresenta "melhora evolutiva dos parâmetros ventilatórios e estabilidade hemodinâmica".

Segundo os médicos, na manhã desta terça ele foi submetido a mais um banho das queimaduras mais profundas e fez novos curativos, mostrando melhora de algumas lesões.

Internado em um hospital privado na Barra da Tijuca, o atleta Francisco Dyogo também apresenta evolução e, segundo os médicos, "está lúcido, acordado e se alimentando normalmente". Por precaução, contudo, ele permanece em tratamento no CTI. Outro sobrevivente do incêndio, Cauan Emanuel teve alta hospitalar na segunda-feira.

O incêndio no Centro de Treinamento George Helal, mais conhecido como Ninho do Urubu, causou a morte de dez jogadores da base do clube carioca na madrugada de sexta-feira.

 

 

Mais conteúdo sobre:
FlamengoNinho do Urubufutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.