Érico Leonan/Sãopaulo.net
Érico Leonan/Sãopaulo.net

Vitor Bueno aponta 'projeto' e Cuca como diferenciais para acertar com o São Paulo

Meia não está inscrito no Campeonato Paulista, mas promete acompanhar o elenco na partida contra o Palmeiras, domingo, no Allianz Parque

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de abril de 2019 | 22h48

Anunciado como reforço do São Paulo na noite da quarta-feira, Vitor Bueno já conheceu os novos companheiros e falou suas primeiras palavras com a camisa do novo clube. O meia elogiou o técnico Cuca, que pediu a sua contratação, e disse que o projeto a ele oferecido foi fundamental para acertar com a equipe paulista.

"Quando o meu empresário falou do interesse do São Paulo, eu fiquei muito feliz e já falei na primeira resposta faz acontecer porque eu quero voltar", disse à TV oficial do São Paulo no YouTube. "O projeto que apresentaram foi muito bom, o Cuca, que é um excelente treinador, vem fazendo trabalhos muito bons", prosseguiu.

Contratado junto ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia, Vitor Bueno fez exames médicos e realizou um trabalho no Reffis do CT da Barra Funda nesta quinta, ao lado de Tchê Tchê, outro reforço recém-chegado e que foi companheiro de Vitor na Ucrânia. Ele ainda não treinou com o elenco e, como não está inscrito no Campeonato Paulista, deve estrear apenas no primeiro jogo da equipe no Campeonato Brasileiro, marcado para o 27 de abril, contra o Botafogo, no Rio.

Mesmo sem poder atuar, Vitor Bueno prometeu estar com o elenco no domingo no Allianz Parque, onde a equipe enfrenta o Palmeiras, no duelo de volta da semifinal do torneio estadual. "Domingo já quero estar junto com meus companheiros no estádio. Tenho certeza que eles vão fazer uma grande partida, temos grandes chances de chegar à final e é isso que vamos buscar", afirmou.

TREINO - A principal ausência dos trabalhos do São Paulo nesta quinta foi Pablo. O não tem mais dores na panturrilha, mas ainda não treinou com bola. Ele continuou seu tratamento no Reffis e ainda é duvida para o clássico. Se não puder atuar, Gonzalo Carneiro deve ficar com a sua vaga.

Cuca aproveitou o dia para dar prioridade às jogadas de bola parada, um de seus pontos fortes, e às finalizações. Depois, ao final das atividades, comandou um coletivo entre os reservas. O treinador indicou que mexerá na equipe. Everton, recuperado recentemente de lesão, pode começar o jogo entre os titulares na vaga de Everton Felipe.

Na zaga, Anderson Martins pode dar lugar a Arboleda, que tem as características que Cuca aprecia: é alto, bom no jogo aéreo e forte fisicamente. Além disso, Anderson vem de um problema na coxa esquerda que o deixou fora de dois treinos.

Mais conteúdo sobre:
futebolSão Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.