Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Vitor Hugo afirma que Palmeiras evita pensar no Flamengo: 'A gente nem está olhando'

Zagueiro descarta observação atenta ao rival no Brasileirão e cobra que time precisa fazer a sua parte

Redação, O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2019 | 16h12

O zagueiro Vitor Hugo, do Palmeiras, afirmou nesta terça-feira que mesmo na disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro, o elenco não tem torcido por um tropeço do concorrente direto, o atual primeiro colocado Flamengo. Segundo o defensor, o atual campeão nacional procura se concentrar apenas nos próprios compromissos, como é o caso da partida da próxima quinta-feira contra o CSA, no Pacaembu.

"A gente nem está olhando, pensamos só na gente. Futebol é assim. Todos os times têm altos e baixos, estão numa fase boa e depois caem. A gente está trabalhando e fazendo o nosso", afirmou Vitor Hugo. O Palmeiras está na segunda posição, três pontos atrás do Flamengo. Os dois times tiveram um confronto direto no fim do primeiro turno, com vitória da equipe carioca por 3 a 0.

Vitor Hugo explicou que um dos obstáculos no campeonato por pontos corridos é justamente enfrentar adversários como o da próxima quinta-feira, o CSA. Por ser um time de menor tradição e rivalidade, o zagueiro entende ser necessário ter até mais motivação. "Esse é um dos jogos mais importantes para as equipes que querem brigar pelas coisas grandes. Para pegar um grande, para jogar um clássico, você já tem a motivação, não precisa incentivar. Nesses assim você precisa estar mais concentrado ainda", comentou.

O defensor disse que mesmo com uma sequência de sete vitórias, o Flamengo pode oscilar e ter alguns tropeços nas próximas rodadas. "Todo time tem seus altos e baixos, eles vivem um momento muito bom, mas tem altos e baixos na temporada e estamos fazendo o nosso, espero que nossa parte de baixo já tenha passado, que a gente siga na pegada. Vamos ver o que acontecerá no restante do campeonato", explicou.

O Palmeiras fez na manhã desta terça-feira um treino fechado na Academia de Futebol. O técnico Mano Menezes volta a comandar uma atividade sem a presença da imprensa. A partida será no estádio do Pacaembu porque o Allianz Parque está reservado para a realização do show da banda americana Bon Jovi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.