Rodrigo Coca/Ag. Corinthians
Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Vitor Pereira diz que desgaste atrapalhou Corinthians em derrota para o São Paulo

Equipe do Parque São Jorge acaba derrotada pelo rival por 2 a 1 neste sábado

Redação, Estadão Conteúdo

27 de março de 2022 | 21h18

O técnico Vitor Pereira usou o desgaste físico para explicar a derrota do Corinthians, por 2 a 1, diante do São Paulo, neste domingo, no estádio do Morumbi, pela semifinal do Campeonato Paulista. Na visão do treinador, o time tricolor entrou em campo muito acima fisicamente.

"Para quem jogou futebol, para quem está dentro da realidade do que é ponto de vista fisiológico, é muito fácil entender que uma equipe que tem 67 horas de recuperação desde o último jogo, chega a uma semifinal e defronta outra equipe que tem mais dois dias de recuperação do que nós, não é preciso abrir o livro da sabedoria para perceber que a diferença do estado em que nossa equipe chegou é totalmente diferente em termos de intensidade", falou o treinador em coletiva de imprensa, ainda no Morumbi.

A reclamação se deu pelo fato de o Corinthians ter jogado contra o Guarani, pelas quartas de final, na última quinta-feira, diferentemente do São Paulo, que passou pelo São Bernardo na terça-feira. Vitor Pereira afirmou que esses dois dias a mais de descanso foram fundamentais para a vitória do clube de Rogério Ceni.

"Não conseguimos recuperar, chegamos a este jogo cansados, muito mais cansados do que eles, portanto nós equilibramos com mudança do sistema na segunda parte, e com muita vontade e espírito de equipe fizemos um gol e criamos duas grandes oportunidades. Os jogadores foram bravos, tentaram, tentaram, tentaram. Mas de fato, é impossível jogar com qualidade quando o tempo de recuperação foi totalmente diferente", explicou.

Vitor Pereira ainda citou o fato de ter muitos jogadores com idades avançadas em seu elenco, ao contrário do São Paulo, que, com Rogério Ceni, tem apostado em muitos atletas das categorias de base. Entre os veteranos estão Renato Augusto, Paulinho, Willian, Gil, Fagner, dentre outros.

"Fisiologicamente, está completamente fora de questão recuperar para um jogo em 67 horas. Para além da experiência, de alguns jogadores que não há dúvida têm uma certa idade e que têm qualidade, sem dúvida nenhuma. Mas para evidenciar a sua qualidade precisam estar no mínimo recuperados", finalizou.

Em campo, o Corinthians foi dominado pelo São Paulo e só conseguiu esboçar uma reação nos minutos finais da partida, quando Jandrei saiu jogando errado e entregou a bola nos pés de , outro jogador considerado veterano, marcar o único gol da equipe do Parque São Jorge.

Já o presidente Duilio Monteiro Alves assumiu a culpa pela eliminação do Corinthians. "Não é hora de caça às bruxas. Já deixei claro que a responsabilidade é minha pela troca de treinador neste ano", finalizou.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.