Vitória acusa organizada do Bahia por depredação no Barradão

De nada adiantaram as ações promovidas pelas torcidas de Bahia e Vitória antes do primeiro Ba-Vi do ano, no último domingo, no Barradão. Nesta segunda-feira, a diretoria rubro-negra emitiu nota lamentando que o seu estádio tenha sido depredado. O Vitória acusa a principal organizada do Bahia.

Estadão Conteúdo

02 Março 2015 | 19h57

"A atitude agressiva de alguns torcedores da uniformizada Bamor, do Bahia, após o clássico de domingo, no Barradão, causou enormes prejuízos financeiros ao Vitória e, principalmente, constrangimento. Os torcedores destruíram completamente o sanitário destinado à torcida masculina e rasgaram a lona de proteção da passarela de acesso exclusivo ao estádio da torcida visitante", escreveu o Vitória.

O clube rubro-negro ainda lamentou que os atos de vandalismo tenham acontecido dois dias depois de "um ato de grandeza" dos dirigentes dos clubes, que se reuniram para anunciar o "Ba-Vi da Paz". "Lamentavelmente, o ato nobre dos dirigentes não foi suficiente para sensibilizar os torcedores."

O clássico de domingo acabou empatado em 1 a 1. O Vitória é o segundo colocado do Grupo 2, atrás do Vitória da Conquista, enquanto o Bahia é só o terceiro do Grupo 1, ficando atrás de Colo Colo e Juazeirense.

Mais conteúdo sobre:
futebol Vitória Bahia Ba-Vi Campeonato Baiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.