Divulgação/Paraná
Divulgação/Paraná

Vitória arranca empate contra o Paraná, mas continua com risco de cair

Equipe nordestina sai atrás, reage e fica no 1 a 1 em Curitiba contra o lanterna do Brasileiro

Estadão Conteúdo

04 Novembro 2018 | 19h22

O Paraná segue o seu martírio na lanterna do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o time paranaense deu mais um passo em direção ao rebaixamento à Série B ao ficar no empate contra o Vitória por 1 a 1, no estádio Durival Britto, em Curitiba, pela 32.ª rodada. Alex Santana, para os mandantes, e Léo Ceará marcaram os gols da partida.

Os paranaenses seguem na lanterna com 18 pontos, podendo ser rebaixados ainda nesta rodada. O time não vence há 18 jogos, ou seja, quase um turno inteiro. O resultado também não foi nada bom para o Vitória, que chega a 34 pontos, ainda rondando a zona de rebaixamento. Os baianos podem terminar a rodada na degola.

O jogo mal havia começado quando o Paraná levou perigo pela primeira vez. Após boa troca de passes, Jhonny Lucas rolou para o meio da área e encontrou Alex Santana, que bateu de primeira e carimbou o travessão do goleiro Ronaldo. O Vitória tentou responder em seguida. Benítez arrancou pela esquerda e cruzou para trás. Arouca apareceu para finalizar, mas René cortou a trajetória da bola e mandou para escanteio.

Toda emoção do primeiro tempo ficou apenas nos minutos iniciais. Os dois times tiveram enorme dificuldade para criar e exageraram nos erros de passe, especialmente no campo de ataque. Quem quebrou o marasmo da partida foi Alex Santana. O meia apareceu de surpresa novamente para finalizar cruzamento rasteiro. A bola tinha endereço, mas Aderllan colocou a cabeça para salvar o Vitória.

Os baianos voltaram para o segundo tempo com uma nova postura, pressionando o adversário, em busca da vitória. Aos sete minutos, Erick teve oportunidade de marcar. Ele girou em cima da marcação dentro da área, mas finalizou na rede pelo lado de fora. Em seguida, Ruan Renato apareceu livre para cabecear e errou o alvo.

Em sua primeira subida ao ataque após o intervalo, o Paraná abriu o placar. Aos 14 minutos, Andrey tabelou com Rafael Grampola e encontrou Alex Santana livre pelo lado esquerdo. Em velocidade, o meia adiantou a bola e finalizou firme, sem chances para Ronaldo. Foi o primeiro gol marcado pelo ataque paranista desde o dia 1.º de outubro.

O Vitória foi para o tudo ou nada no restante do segundo tempo, mas seguiu com dificuldades para criar, mesmo com as entradas de nomes como Neílton e Yago, que foram titulares em boa parte da temporada. O empate só veio em jogada de bola parada. Aos 37 minutos, após cobrança de escanteio, Léo Ceará subiu para desviar de cabeça para o gol.

Empolgado pelo empate, os baianos criaram boas oportunidades logo em seguida, com Lucas Fernandes. Ele apareceu de surpresa duas vezes dentro da área, mas errou o alvo.

O Paraná volta a campo contra o América-MG, no próximo sábado, às 21 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte. No domingo, o Vitória faz o clássico contra o Bahia, às 17 horas (de Brasília), no estádio Barradão, em Salvador.

FICHA TÉCNICA

PARANÁ 1 x 1 VITÓRIA

PARANÁ - Richard; Wesley, Jesiel, Renê Santos (Mansur) e Igor; Leandro Vilela, Alex Santana e Jhonny Lucas (Alesson); Juninho (Silvinho), Andrey e Rafael Grampola. Técnico: Dado Cavalcanti.

VITÓRIA - Ronaldo; Ramon, Aderllan, Ruan Renato (Yago) e Benítez; Léo Gomes, Arouca, Rodrigo Andrade (Neílton) e Lucas Fernandes; Erick (Maurício Cordeiro) e Léo Ceará. Técnico: Paulo Cesar Carpegiani.

GOLS - Alex Santana, aos 14, e Léo Ceará, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Leandro Vilela, Igor e Alesson (Paraná); Aderllan, Arouca, Benítez e Ruan Renato (Vitória).

CARTÃO VERMELHO - Rhayner (Vitória, no banco de reservas).

ÁRBITRO - Raphael Claus (Fifa/SP).

RENDA - R$ 15.030,00.

PÚBLICO - 931 pagantes (1.328 no total).

LOCAL - Estádio Durival Britto, em Curitiba (PR).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.