Vitória cheio de problemas na decisão

Sem três titulares e com o elenco insatisfeito devido ao atraso de salários, o Vitória luta neste domingo, contra a Ponte Preta, no Barradão, para escapar do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Mas, para motivar os jogadores, a diretoria prometeu um bicho de R$ 1 milhão para ser dividido pelo grupo caso o clube baiano permaneça na primeira divisão.Com 48 pontos, o Vitória está em 22º lugar no campeonato e não depende apenas de suas forças para escapar do rebaixamento. Além de superar a Ponte Preta, precisa de tropeços de pelo menos dois de seus concorrentes: Criciúma, Botafogo e Atlético-MG."Nós procuramos mostrar a importância desse resultado para o futuro da carreira deles, que são profissionais da bola" disse o técnico Evaristo de Macedo, que reconheceu a difícil situação do Vitória. "Eu tenho uma carreira relativamente boa e nunca passei por essa situação. Podia ter saído antes, mas não seria justo e vamos até o final."A grande novidade do time deve ser o retorno do volante Amaral, afastado desde o final de setembro por causa de uma contusão. Na defesa, sem poder com a zaga titular, Evaristo vai escalar Milton do Ó e Cametá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.