Vitória confia em suas revelações

Com uma equipe já formada, principalmente por jogadores oriundos das divisões de base -considerada uma das melhores do Brasil-, o Vitória espera repetir no Campeonato Brasileiro as boas campanhas feitas nos três primeiros meses do ano, quando venceu o Campeonato Baiano e a Taça do Nordeste, embora esta última competição não tenha contado com as participações de grandes times da região como os pernambucanos Sport, Santa Cruz e Náutico, além do Bahia. O técnico Joel Santana pediu à direção do clube a contratação de um zagueiro e um atacante. O zagueiro pode ser o veterano Júnior Baiano, que está utilizando a Toca do Leão, concentração do Vitória, para se recuperar de uma contusão. Mas as previsões são de que esse período possa durar 40 dias. O atacante Róbson Luiz é outro jogador que tenta recuperar a forma física no centro de treinamento do Vitória para se incorporar à equipe no Brasileiro. O centroavante Nadson, ex-júnior, tem sido o destaque da equipe, terminando como artilheiro do campeonato estadual e da Taça do Nordeste. O goleiro Paulo Musse, os meias Xavier e Dudu Cearense e o atacante Alecsandro são outros jovens valores que vêm se firmando na equipe titular do Vitória, cujo mando de campo é o estádio Manoel Barradas, o Barradão, com capacidade para 50 mil torcedores.Time-base: Paulo Musse; Dionísio, Marcelo Heleno, Aderaldo e Almir; Xavier, Dudu Cearense, Vander e Alan Delon; Nadson e Zé Roberto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.