Vitória confia na boa fase para reverter situação

No jogo de ida, baianos perderam por 4 a 1 para o River Plate, do Uruguai; nesta quarta tenta a reação

Tiago Décimo, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 08h13

O Vitória inspira-se no bom momento vivido no Campeonato Brasileiro - o time vem de três triunfos consecutivos - para tentar reverter a situação na Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, às 19h15, no estádio Barradão, em Salvador, pelo jogo da volta pelas oitavas de final, a equipe recebe o River Plate, do Uruguai, precisando vencer por 3 a 0 ou por quatro gols de diferença, caso o time visitante marque gols, para avançar à próxima fase da competição. Em Montevidéu, na semana passada, o River goleou por 4 a 1.

Veja também:

tabela Copa Sul-Americana: Calendário e resultados

especialTodas as notícias sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

O goleiro Viáfara, com dores na região lombar, desfalca a equipe. Em seu lugar entra Gléguer. Mas o técnico Vagner Mancini não divulga a escalação da equipe. "Vou definir no vestiário", argumentou. "Posso adiantar que vamos entrar com dois volantes porque precisamos do resultado positivo".

O clube quer que o Barradão esteja cheio para a partida. Por isso, liberou as mulheres que comparecerem com a camisa do time de pagar entrada. Menores de 12 anos tampouco vão precisar de ingresso para assistir ao jogo.

No lado uruguaio, os jogadores do River Plate embarcaram ao Brasil tranquilos e o técnico uruguaio Juan Ramón Carrasco não pretende poupar nenhum titular mesmo com a vantagem. O lateral-direito Sosa foi escalado, mas ainda fará um teste para ver se tem condições de jogo. Prieto pode substituí-lo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa Sul-AmericanaVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.