Vitória devolve confiança à Ponte

A goleada da Ponte Preta por 3 a 0 sobre o Paysandu, na última quarta-feira, em Campinas (SP), fez o clima melhorar no Estádio Moisés Lucarelli. No entanto, mesmo com um bom resultado, o time de Campinas não conseguiu sair da nona posição, agora com 57 pontos. Mas manteve o sonho de ir mais longe no Campeonato Brasileiro.Apesar de não ter saído do lugar, o técnico Nenê Santana comemorou o bom resultado e espera que a boa atuação diante do Paysandu possa se repetir no próximo domingo, contra o Vasco da Gama, em São Januário. "Fiquei satisfeito porque nosso ataque melhorou bastante", disse Santana, referindo-se à quebra de quatro jogos sem marcar. Mesmo com os três gols, a Ponte divide com o rival Guarani a condição de pior ataque da competição, com 34 gols. O time também não vencia há seis jogos.Para o jogo contra o Vasco, o treinador não poderá contar com o zagueiro Gustavo, que tomou o terceiro amarelo. Em seu lugar, deverá promover a volta de Rafael Santos, que cumpriu suspensão diante dos paraenses. O zagueiro Alexandre e o lateral-esquerdo Bill, ainda estão se recuperando de contusão e dificilmente serão opções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.