Vitória devolve esperança ao Guarani

Uma vitória é sempre uma vitória. Além dos três pontos conquistados pelo Guarani na vitória de 3 a 2 sobre o vice-lanterna Bahia, sábado à tarde, no Brinco de Ouro, o time campineiro manteve viva suas esperanças de ainda assegurar uma va ga na Copa Libertadores de 2004. A ordem da diretoria é continuar somando pontos, porque existe a expectativa do clube em participar de alguma competição extra na próxima temporada, além do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro."Se não der na Libertadores precisamos participar da Copa Sul-Americana", avisa o presidente José Luiz Lourencetti. O técnico Barbieri concorda e vê motivos suficientes para apostar em seus jogadores. "Nós já vencemos 14 jogos em casa, o que prova nossa força técnica. Infelizmente não encaixamos nosso jogo fora do Brinco de Ouro, porque daí estaríamos lá na frente brigando pelas primeiras posições", analisa o treinador. Ele tem razão. O desempenho do time fora de casa é ridículo, com apenas duas vitórias, seis empates e 12 derrotas.Nestas duas vitórias, coincidentemente, estão a rival Ponte Preta e o São Caetano, ambas no primeiro turno. O time do ABC é o próximo adversário do Guarani, quinta-feira, em Campinas. "Será um outro jogo duro, mesmo porque eles também brigam pelo mesmo o bjetivo. Será outro jogo de seis pontos", prevê Barbieri.O Guarani chegou aos 57 pontos após sua 40ª partida disputada. A expectativa da diretoria é de que se o time terminar entre os dez primeiros colocados terá uma vaga Copa Sul-Americana. Os jogadores ganharam folga domingo e se apresentam nesta segunda-feira cedo no Brinco de Ouro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.