Jack Guez/AFP
Jack Guez/AFP

Vitória do Japão quebra tabu histórico de asiáticos contra sul-americanos na Copa

Japoneses nunca haviam vencido equipes da América do Sul em uma Copa do Mundo; time fez 2 a 1 na Colômbia

Ricardo Magatti, especial para a AE, Estadão Conteúdo

19 Junho 2018 | 12h38

A vitória do Japão por 2 a 1 sobre a Colômbia, nesta terça-feira, na Arena Mordovia, em Saransk, na estreia das seleções na Copa do Mundo da Rússia, quebrou um tabu histórico. O triunfo foi o primeiro de uma seleção asiática sobre uma sul-americana em um Mundial organizado pela Fifa.

+ TEMPO REAL: Colômbia 1 x 2 Japão

+ Pékerman reconhece que Colômbia só teve fôlego para segurar Japão no 1º tempo

Esse foi o 18º confronto entre países da Ásia e da América do Sul na história do torneio, cuja primeira edição ocorreu em 1930. No total, foram 14 vitórias das seleções sul-americanas, três empates, e, agora, um resultado positivo conquistado pelos japoneses, que derrubaram os colombianos com gols de Kagawa e Osako, pelo Grupo H da Copa, cujos outros integrantes são a Polônia e o Senegal.

Além de ver cair a invencibilidade contra os asiáticos, a maioria das seleções da América do Sul não largou bem neste Mundial. Entre Uruguai, Argentina, Peru, Brasil e Colômbia, apenas os uruguaios venceram seu jogo inicial, contra o Egito, e com dificuldade, já que Giménez fez o gol solitário do triunfo nos acréscimos do segundo tempo do confronto realizado na última sexta-feira, em Ecaterimburgo.

No sábado, em Moscou, Messi perdeu um pênalti e a Argentina empatou por 1 a 1 com a Islândia. No mesmo dia, o Peru, que também desperdiçou uma penalidade com Cueva na estreia, foi derrotado por 1 a 0 para a Dinamarca, em Saransk.

 

Já no domingo, com atuação apagada de Neymar e polêmicas de arbitragem, o Brasil deixou a desejar ao empatar por 1 a 1 com a Suíça em seu primeiro jogo do torneio, em Rostov. Agora, a Colômbia contou com a expulsão do volante Carlos Sánchez logo aos três minutos de jogo e acabou sendo superado pelos japoneses na estreia.

A última vez que apenas uma seleção sul-americana venceu entre todas que atuaram em uma rodada inaugural de Copa havia sido em 1982, no Mundial da Espanha. Na ocasião, somente a seleção brasileira largou bem na competição ao bater a União Soviética por 2 a 1, de virada, com golaços de Sócrates e Éder em chutes de fora da área. Naquela mesma primeira rodada, Chile e Argentina perderam para Áustria e Bélgica, respectivamente, e o Peru empatou com Camarões.

Em 1974, na Copa da Alemanha, foi ainda pior, já que nenhum dos representantes da Conmebol venceu seu jogo de estreia. Chile, Uruguai e Argentina amargaram derrotas para Alemanha Ocidental, Holanda e Polônia, respectivamente, e o Brasil empatou sem gols com a Iugoslávia. Vale ressaltar que antes haviam apenas quatro vagas para os sul-americanos no Mundial. Hoje são cinco, levando em conta o fato de que o quinto colocado das Eliminatórias da Conmebol ainda disputam uma repescagem contra um rival de outro continente por um lugar na Copa.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.