Lucio Tavora/AP
Lucio Tavora/AP

Vitória empata com o River Plate e cai na Sul-Americana

Em casa, time baiano fica no 1 a 1 e é eliminado nas oitavas de final; San Lorenzo também avança

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

30 Setembro 2009 | 21h39

O Vitória é o primeiro time brasileiro eliminado na fase internacional da Copa Sul-Americana. Apesar de pressionar o River Plate, do Uruguai, durante toda a partida nesta quarta-feira, em Salvador, a equipe baiana apenas empatou por 1 a 1. Pelo jogo de ida, na semana passada, em Montevidéu, o River havia goleado por 4 a 1. Assim, os uruguaios avançaram às quartas de final, onde enfrentarão o San Lorenzo, da Argentina.    

 

Veja também:

tabela Copa Sul-Americana: Calendário e resultados

especialTodas as notícias sobre a competição

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Precisando marcar pelo menos três gols para garantir a vaga, o Vitória partiu para o ataque desde o início do jogo, mas esbarrou na retranca uruguaia. Por isso, abusou dos chutes de fora da área - dos quais apenas um, dado por Apodi, teve direção certa, mas foi fraco e resultou em defesa fácil de Luciano dos Santos.

As duas melhores chances criadas pelo time baiano no primeiro tempo foram resultado de bolas disputadas que sobraram para Roger. Em ambas, aos 21 e aos 45 minutos, o atacante tentou acertar o canto esquerdo do goleiro uruguaio, mas bateu para fora - na primeira tentativa, a bola ainda raspou na trave.

À equipe uruguaia restaram raros, mas perigosos, contra-ataques. No melhor deles, aos 46 minutos, uma rápida troca de passes deixou Puppo de frente para o gol. No entanto, o atacante chutou mal.

O segundo tempo começou com o Vitória mantendo a pressão, mas errando as finalizações. Entre os 15 e 25 minutos, então, o técnico Vágner Mancini colocou três atacantes: Leandrão, Elkeson e Robert, nos lugares do volante Magal, do meia Willian e do também atacante Neto Berola, respectivamente.

As alterações, porém, não tiveram o efeito desejado e o Vitória só conseguiu criar duas chances reais de gol nos minutos finais. Aos 30, Roger recebeu lançamento dentro da área, mas Luciano dos Santos saiu bem e abafou a finalização do atacante. Aos 32, Leandrão não conseguiu completar, de dentro da pequena área, o cruzamento de Robert, que foi desviado pela defesa adversária.

O gol do time baiano só saiu aos 41 minutos, quando Elkeson arriscou de longe e acertou o canto esquerdo do gol de Luciano dos Santos. O time se empolgou e foi todo ao ataque nos minutos finais, mas deixou a defesa completamente aberta. E foi em um rápido contra-ataque, aos 47 minutos, que saiu o gol de empate uruguaio, feito por Córdoba.

"Agora é voltar a pensar no Brasileiro, no qual temos chance de chegar ao G-4", afirmou o meia Leandro Domingues, ao fim da partida. No sábado, o Vitória, há cinco jogos invicto na competição nacional, vai a Santo André enfrentar a equipe paulista.

VAGA TRANQUILA

Com facilidade, o San Lorenzo também confirmou nesta quarta-feira a sua classificação à próxima fase da Sul-Americana. Depois de vencer por 3 a 0 em casa, no jogo de ida, a equipe argentina voltou a derrotar o Cienciano em Cuzco, no Peru. O San Lorenzo ganhou por 2 a 0, com gols do experiente Kily González e de Rovira, e encara agora o River Plate uruguaio nas quartas.

VITÓRIA 1 X 1 RIVER PLATE (URU)

Vitória - Gléguer; Apodi, Wallace, Fábio Ferreira e Leandro; Magal (Leandrão), Vanderson, Willian (Robert) e Leandro Domingues; Neto Berola (Elkeson) e Roger. Técnico: Vágner Mancini

River Plate - Luciano dos Santos; Torrecilla, Ronaldo Conceição e Sergio Bica (Córdoba); Diego Sosa, Gonzalo Porras, Rodríguez, Risotto, Andrezinho (Klingender) e Ortíz; Federico Puppo (Ferrés). Técnico: Juan Ramón Carrasco

Gols - Elkeson, aos 41, e Córdoba, aos 47 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos - Elkeson, Wallace, Vanderson e Roger (Vitória); Luciano dos Santos e Ronaldo Conceição (River Plate)

Árbitro - Pablo Pozo (Fifa-Chile)

Renda - R$ 283.760,00

Público - 20.062 pagantes

Local - Estádio do Barradão, em Salvador (BA)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.