Vitória ganha, derruba série positiva do Ceará e fica perto de voltar à Série A

Apesar de ter defendido um pênalti de Escudero, o goleiro Éverson não conseguiu evitar a derrota do Ceará neste sábado, quando caiu para o Vitória pelo placar de 1 a 0, em partida realizada no estádio Barradão, em Salvador, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O clube baiano colocou um pé na primeira divisão nacional, enquanto que a equipe cearense volta a ficar ameaçada pelo rebaixamento.

Estadão Conteúdo

14 Novembro 2015 | 20h06

Com o resultado, o Vitória, que se recuperou da goleada para o América-MG, fica a um ponto de conquistar o acesso. Termina a rodada na terceira colocação, com 63 pontos, a seis do Bragantino, o quinto, ficando assim apenas atrás de Botafogo e do clube mineiro. Do outro lado, o Ceará viu cair a sequência de cinco vitórias seguidas e fica com os mesmos 41 na tabela de classificação, ainda ameaçado pelo descenso.

O jogo não começou bem para o Vitória, que teve um desfalque de última hora. O lateral-esquerdo Diogo Mateus foi vetado e deu lugar para Euller. Apesar da mudança, o clube baiano começou buscando o resultado, não demorou para ganhar o meio de campo do Ceará e abriu o marcador. Escudero cobrou escanteio na cabeça de Kanu. O zagueiro subiu sozinho e testou firme para o fundo das redes, aos 19 minutos.

O Ceará sentiu o gol e ameaçou pouco o adversário na primeira etapa. O clube cearense foi acordar apenas no final, quando teve uma boa chance com Rafael Costa.

No segundo tempo, o Ceará cresceu, ganhou volume de jogo e começou a pressionar o Vitória. A bola, porém, insistia em não entrar. Os mandantes, que jogavam mais recuados, ficaram perto do segundo gol aos 31 minutos. Vander fez fila na zaga da equipe cearense e cruzou para Elton chutar. Ricardinho evitou o gol com a mão e acabou expulso: penalidade máxima.

Escudero foi para a cobrança, mas parou no goleiro Éverson, que deu uma sobrevida ao Ceará. Mas com um homem a menos, o clube cearense não conseguiu ameaçar o gol de Gatito Fernandéz. Pelo lado do Vitória, coube segurar o resultado e confirmar mais um triunfo, este que o colocou muito perto da volta à elite do futebol brasileiro.

O Vitória ainda tem mais duas partidas da Série B pela frente. No próximo sábado, encara o Luverdense, novamente em Salvador, e encerra a sua participação contra o Santa Cruz, no próximo dia 28, no Recife. Já o Ceará visita o América-MG, em Belo Horizonte, e fecha contra o Macaé, em Fortaleza.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 1 x 0 CEARÁ

VITÓRIA - Gatito Fernández; Diego Renan, Kanu, Mattis e Euller (Jorge Wagner); Amaral, Marcelo (Luiz Gustavo), Pedro Ken (Flávio) e Escudero; Elton e Vander. Técnico: Vagner Mancini.

CEARÁ - Éverson; Tiago Cametá, Charles, Sandro e Victor Luís; João Marcos (Julio César), Baraka, Ricardinho e Wescley (Fabinho); Rafael Costa e Alex Amado (Siloé). Técnico: Lisca.

GOL - Kanu, aos 19 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Kanu e Guilherme Mattis (Vitória); Victor Luis e Baraka (Ceará).

CARTÃO VERMELHO - Ricardinho (Ceará).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa/RS).

RENDA - R$ 212.512,00.

PÚBLICO - 11.098 pagantes.

LOCAL - Estádio Barradão, em Salvador (BA).

Mais conteúdo sobre:
futebolSérie BVitóriaCeará

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.