Vitória joga sua última esperança contra rebaixamento

Principal articulador das jogadas de ataque do Vitória, o veterano meia Ramon, de 38 anos, está vetado para a decisiva partida da equipe contra o Internacional, no domingo, em Porto Alegre. Exames constataram um edema na musculatura posterior da coxa direita do jogador.

TIAGO DÉCIMO, Agência Estado

28 de novembro de 2010 | 09h43

A entrada do volante Bida no lugar do meia deve ser a única alteração promovida pelo técnico Antônio Lopes na equipe, com relação ao time que empatou com o Corinthians no último domingo, em Salvador.

O Vitória, em 17º no Campeonato Brasileiro com 40 pontos, precisa pelo menos de um empate no Rio Grande do Sul para continuar na luta contra o rebaixamento. Dependendo da combinação de resultados, a derrota pode determinar a queda para a Série B com uma rodada de antecedência.

"Não podemos perder, mas não vamos entrar pensando em empatar", garante o treinador. O lateral Nino Paraíba concorda. "Estamos confiantes e não temos alternativa, porque este jogo decide o ano."

Os jogadores tampouco esperam encontrar facilidade na partida, apesar de o Internacional não ter mais nenhum interesse na competição. "Eles querem se despedir da torcida antes de jogar o mundial e vão jogar com tudo", avalia o zagueiro Gabriel Paulista. "Vamos ter de dar a vida."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.