Daniel Augusto Junior/Ag. Corinthians
Daniel Augusto Junior/Ag. Corinthians

Vitória magra dá ao Corinthians a segunda melhor campanha do Paulistão

Com gol de Pedro Henrique, time de Fábio Carille venceu o Novorizontino e chegou a 12 pontos no Estadual

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

04 de fevereiro de 2018 | 21h23

O Corinthians continua dando passos pequenos, mas efetivos no Paulistão. A vitória magra de 1 a 0 sobre o Novorizontino, neste domingo, fora de casa, manteve o time na liderança do Grupo A, agora com 12 pontos. O resultado também fez do time de Carille o segundo melhor do Estadual, atrás apenas do Palmeiras.

+ Veja como foi o jogo, lance a lance

A principal novidade do time foi Junior Dutra titular, no lugar de Kazim. Em busca de espaço na equipe, o atacante teve atuação firme, mas perdeu boas oportunidades de marcar. 

O jogo também marcou o retorno de Emerson Sheik, que entrou no segundo tempo, com a camisa 47, em alusão ao dia 4 de julho de 2012, quando marcou dois gols e ajudou o Corinthians a conquistar a Libertadores. Ele substituiu Clayson, mas também fez pouco na partida, marcada pelo equilíbrio entre as equipes que, fechadas, acabaram anulando as jogadas ofensivas uma da outra.

Bem posicionadas e fortes na marcação, as equipes lutaram para achar espaços, mas as poucas chances de gol se concentraram no primeiro tempo, dominado pelo Novorizontino. O placar foi definido em jogada de bola parada, após Pedro Henrique aproveitar cruzamento de Jadson na área, aos 38 da primeira parte.

Antes do gol, o jogo era dos mandantes, que se fecharam logo nos primeiros minutos e complicaram a partida para os visitantes. Mais ofensivo, o time de Doriva dominava o jogo, criando boas chances com Juninho e Everton. Nas duas jogadas, Fagner chegou na dividida para impedir as finalizações. Jean Patrick e Magno Alves pararam em Cássio.

Envolvido pelos donos da casa, o Corinthians só teve chance real de gol na bola parada de Jadson, e aproveitou, com Pedro Henrique, de cabeça. À frente no placar, o Corinthians voltou para o segundo tempo disposto a segurar a vitória, e apostou nos contra-ataques. Mas o Novorizontino também se fechou, e o jogo acabou esfriando. O Corinthians abusava dos passes errados e Carille pedia calma e mais controle na posse de bola. 

FICHA TÉCNICA 

Novorizontino 0 x 1 Corinthians

Novorizontino: Oliveira, Tony, Fábio Ferreira, Eder e Lucas Siqueira; Adilson, Jean Patrick e Jean Carlos (Cléo Silva); Juninho (Rafael Ratão), Everton e Magno Alves (Alisson Safira). Técnico: Doriva.

Corinthians: Cássio, Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel; Romero (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho, Jadson (Camanho) e Clayson (Emerson Sheik); Junior Dutra. Técnico: Fábio Carille.

Gol: Pedro Henrique, aos 38 do 1º tempo.

Juiz: Vinicius Dias Araujo.

Amarelos: Tony, Alisson Safira e Fagner.

Público total: 8.914.

Local: Estádio Jorge Ismael de Biasi.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.