Giuliano Gomes
Giuliano Gomes

'Vitória não é uma obsessão', diz Dorival após empate fora

Treinador elogia rendimento da equipe sob o seu comando

GONÇALO JUNIOR, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2015 | 10h05

Com o empate sem gols contra o Atlético-PR, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Santos completou o primeiro turno da competição sem vencer fora da Vila Belmiro. O técnico Dorival Júnior mostrou otimismo em relação aos próximos jogos e ficou satisfeito com a atuação da equipe em Curitiba. Com o treinador, foram uma derrota (Palmeiras) e dois empates fora de casa (Flamengo e Atlético-PR).

"Estou no clube há sete jogos e fora de casa empatamos duas partidas e a única derrota poderia muito bem ter sido uma vitória, no clássico contra o Palmeiras. Eu vejo e analiso a atuação, vejo muito mais a qualidade do trabalho do que propriamente o resultado. A qualquer momento que a equipe mantiver essa postura dentro de campo, o resultado vai aparecer", analisou Dorival, em entrevista coletiva, após o empate em Curitiba.

Por outro lado, Dorival ficou satisfeito com o empate. "Para nós foi um bom resultado em relação ao que vinha acontecendo. Claro que queremos uma vitória, mas não é uma obsessão, e fatalmente nós vamos conseguir. As marcações prevaleceram e os ataques tiveram pouco espaço. As oportunidades foram semelhantes tanto de um lado quanto de outro", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCDorival Júnior

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.