Moysés Suzart/Vitória
Moysés Suzart/Vitória

Vitória quer acertar finalizações para se afastar da zona do rebaixamento

Time baiano recebe o Corinthians com desfalques no Barradão neste domingo

Estadão Conteúdo

21 Outubro 2018 | 08h42

Mesmo contando com o retorno do volante Rodrigo Andrade para a partida deste domingo, contra o Corinthians, às 16 horas, o técnico Paulo César Carpegiani deve manter o meio-campo do Vitória que vinha treinando durante a semana. Ele quer dar moral para o grupo que venceu a Chapecoense, por 1 a 0, na Arena Condá, fazendo apenas mudanças pontuais.

Rodrigo está recuperado do cansaço muscular que o impossibilitou de participar de algumas atividades e treinou normalmente na sexta-feira, mas entre os reservas. No time inicial, Carpegiani manteve o setor com Arouca ao lado de Willian Farias e Rhayner.

Apesar disso, o Vitória ainda tem desfalques. O volante Léo Gomes, com um estiramento na panturrilha, e o zagueiro Ramon, suspenso, não podem jogar. O primeiro dá lugar a Rhayner, enquanto o segundo será substituído por Lucas Ribeiro.

Com apenas 32 pontos, o Vitória segue ameaçado pelo rebaixamento, o que deixa o técnico ainda mais preocupado. "O importante é manter o foco, porque o Corinthians é um time forte, perigoso nos contra-ataques. É preciso jogar com determinação e aproveitar as chances criadas lá na frente. É preciso caprichar", diz Carpegiani, dando o caminho para a vitória. Mas, em princípio, ele deve manter no banco os atacantes Neilton e André Lima.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.