Vitória sem Vampeta contra o São Caetano

Os jogadores do Vitória comemoraram o tricampeonato baiano na boate Ed-Dez do atacante Edílson na noite de domingo e iniciaram a semana já pensando na partida de estréia do Campeonato Brasileiro diante do São Caetano nesta quarta-feira. De alto astral pelo título regional, a equipe não poderá contar, contudo, com o volante Vampeta que sofreu uma lesão muscular na parte posterior da coxa esquerda na decisão contra o Bahia e precisou ser substituído no segundo tempo. Com fortes dores, o jogador não participou da volta olímpica dos campeões no Estádio Barradão e deve ficar algum tempo afastado dos gramados. O lateral-direito Pedro também foi substituído sentindo dores na panturilha direita, mas tem chances de atuar. O técnico Agnaldo Liz, que faz sua estréia no Brasileirão, já definiu Xavier para o lugar de Vampeta e caso Pedro seja vetado, o substituto natural é Carlinhos. Hoje o elenco teve folga e a reapresentação ocorre amanhã na Toca do Leão, concentração do clube. Haverá treino leve pela manhã e a delegação viaja à tarde para São Paulo. O atacante pentacampeão Edílson e as novas estrelas jovens do time, o goleiro Juninho, o meia Arivelton (autor do gol da vitória, domingo contra o Bahia), o atacante Gilmar e o centravante Obina estão prontos para o jogo e pretendem brilhar no torneio. Embora tenha vários jogadores que desequilibram, o técnico Agnaldo Liz acha que o forte do seu time é o conjunto. O Vitória perdeu apenas uma partida no estadual e faz uma boa campanha na Copa do Brasil, disputando as oitavas de final com o Internacional. Na primeira partida, a equipe baiana obteve um bom empate por 1 a 1 no Estádio Beira-Rio e joga a segunda com vantagem no Barradão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.