Ivan Storti/ Santos FC
Ivan Storti/ Santos FC

Sampaoli vê vitória sobre Palmeiras como 'ponto de partida' para o Santos

Técnico prefere não projetar disputa pelo título, mas reconhece que resultado pode iniciar uma nova fase para o time alvinegro

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de outubro de 2019 | 06h37

A vitória do Santos sobre o Palmeiras pode ser um "ponto de partida" para a retomada do time santista no Campeonato Brasileiro. É o que aposta o técnico Jorge Sampaoli, convicto de que o triunfo no clássico disputado na Vila Belmiro, na noite de quarta-feira, deve recuperar o moral da sua equipe.

"Se aproveitarmos esse jogo como ponto de partida, nos dará muita força. Em novembro veremos por qual situação o Santos brigará na tabela. Não é considerável pensar agora pelo torneio", diz o treinador, evitando projetar a campanha santista no restante da competição.

Sampaoli, contudo, não esconde que a confiança voltou ao grupo em razão da importante vitória. "O Santos demonstrou que pode ser competitivo jogando contra um time poderoso como o Palmeiras. Grupo merecia o triunfo depois de tanto trabalho e um ano difícil, de altos e baixos."

O time santista faz um ano de recheado de oscilações. Um dos melhores times do Paulistão, decepcionou ao ser eliminado na semifinal. No Brasileirão, fez início discreto, mas logo desbancou o Palmeiras da liderança. No entanto, perdeu rendimento e foi superado pelo Flamengo na ponta.

A sequência de tropeços foi encerrada no fim de setembro, com duas vitórias consecutivas, sobre CSA e Vasco. O triunfo sobre o Palmeiras, portanto, soa como confirmação da reação santista no Brasileirão, ocupando agora a vice-liderança, com os mesmos 47 pontos do Palmeiras, mas com vantagem no número de vitórias.

O desempenho santista em campo também vem motivando a empolgação de Sampaoli. No clássico, time do argentino concedeu poucas chances ao rival. "Buscamos o gol no primeiro tempo, tivemos chances, depois tivemos controle do jogo. Eles se colocaram um pouco atrás e queríamos que eles saíssem. Pelo nosso controle, geramos descontrole neles, principalmente no segundo tempo."

RUMORES - Sampaoli garante não ter conhecimento formal de propostas do clubes do exterior. Nos últimos dias, rumores apontavam o interesse do Lyon no trabalho do argentino - o time francês demitiu o técnico brasileiro Sylvinho nesta semana e está em busca de um novo comandante para a equipe.

"Esses comentários pela imprensa não chegaram até mim. Tudo que me interessa hoje é trabalhar para esse grupo de jogadores e o dia a dia. Não penso adiante. Penso no Internacional, Atlético-MG, Corinthians... Só podemos pensar no agora", desconversa o treinador santista.

Para Entender

Programação de tv

Veja as principais atrações esportivas do dia

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.