Tiago Queiroz/AE
Tiago Queiroz/AE

Vitória sobre São Paulo vale a liderança ao Palmeiras

Equipe alviverde precisa de apenas mais três pontos para garantir primeiro lugar na fase classificatória

Agência Estado,

26 de março de 2009 | 21h09

SÃO PAULO - A 16.ª rodada do Paulistão, disputada no meio de semana, foi generosa com o Palmeiras. Com a vitória sobre o Bragantino e o empate do Corinthians com a Ponte Preta, os palmeirenses só precisam de mais três pontos para garantir a classificação para as semifinais do campeonato na primeira colocação. Basta, portanto, vencer o São Paulo no clássico de sábado, no Morumbi.

Veja também:

linkWilson Seneme apita São Paulo x Palmeiras no sábado

linkPM filmará torcida para conter violência no Morumbi

linkKeirrison diz que se inspira na história de Washington

linkPalmeiras: Cleiton Xavier se diz recuperado para o clássico

linkJogo entre Oeste e Palmeiras está mantido em Itápolis

tabela Campeonato Paulista - Tabela e resultados   

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

Faltando três rodadas para o final da primeira fase do Paulistão, o Palmeiras lidera com 40 pontos, seis a mais do que o segundo colocado, o Corinthians. Assim, mesmo que empatem no número de pontos, os palmeirenses teriam vantagem nos critérios de desempate.

O meia Cleiton Xavier fala da importância de um triunfo no clássico. "Vai nos dar tranquilidade para trabalhar, além de conseguirmos vantagem na próxima fase", admitiu o jogador, que não esconde já estar com o pensamento na partida contra o Sport, no dia 8 de abril, em Recife, pela Libertadores.

Na verdade, todo o planejamento palmeirense está voltado para o desafio em Recife. E uma vitória no clássico de sábado ajudará nos planos do clube: assim, os últimos dois jogos da primeira fase do Paulistão serviriam apenas para o técnico Vanderlei Luxemburgo fazer testes na equipe e dar descanso a alguns titulares.

ALÍVIO

Depois da criticada atuação de Robério Pereira Pires no jogo contra o Bragantino - deu 13 cartões amarelos, expulsou Diego Souza e deixou a todos no Palestra Itália muito irritados -, Vanderlei Luxemburgo pediu a escalação de um árbitro do quadro da Fifa para o clássico com o São Paulo. E foi atendido.

Quem apita no Morumbi é Wilson Seneme, o único paulista da Fifa que estava disponível - Paulo César de Oliveira vai trabalhar em Belém e Salvio Spínola Fagundes Filho, no Uruguai. A sorte ajudou Luxemburgo e o Palmeiras, já que Seneme ainda precisou ganhar de Rodrigo Braghetto no sorteio da FPF.

"Para os grandes jogos, é preciso um árbitro experiente", defendeu Luxemburgo, ainda na terça-feira. Seneme foi quem apitou o famoso "jogo do gás" - a segunda partida da semifinal do Paulistão do ano passado, no Palestra Itália, em que o Palmeiras ganhou do São Paulo por 2 a 0 e passou para a final.

TIME

Luxemburgo ainda não definiu o substituto de Diego Souza, que está suspenso. A única certeza é que o zagueiro Edmílson, ainda fora de forma, e o lateral-direito Fabinho Capixaba, machucado, não jogam. Mas Cleiton Xavier disse nesta quinta-feira estar totalmente recuperado de uma lesão no pé direito.

A tendência é que o treinador escale o time no 4-4-2, com a seguinte formação: Marcos; Sandro Silva, Maurício Ramos, Danilo e Marcão; Pierre, Jumar, Cleiton Xavier e Marquinhos (ou Evandro); Willians e Keirrison.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.