Vitória tenta dar o troco no Bahia

Bahia e Vitória voltam a campo neste domingo para a decisão da Copa do Nordeste, no Estádio Manoel Barradas. Na primeira partida, realizada domingo passado, no Estado da Fonte Nova, assistida por mais de 64 mil torcedores o Bahia bateu o Vitória por 3 a 1. Para o rubro-negro baiano resta como alternativa ganhar do rival por dois gols de diferença. Líder na maior parte da Copa, o Vitória perdeu a vantagem de jogar por dois empates na final ao ser derrotado por 3 a 1, o que custou o emprego do técnico Arturzinho. O presidente do Vitória, Paulo Carneiro, assumiu a responsabilidade de substituir Arturzinho por Joel Santana na semana da partida final e conta com o apoio dos torcedores para reverter a vantagem do adversário. Nos treinamentos da semana, Joel Santana fez uma modificação na equipe, colocando o atacante André no lugar do jovem Samir que vinha marcando gols nas partidas anteriores, mas foi considerado inexperiente para uma decisão. Outra modificação deve ser no gol, onde Jean que já trabalhou com Joel Santana deve voltar à equipe no lugar de Paulo Musse. Joel vem fazendo mistério para armar sua equipe e realizou um treino secreto na quinta-feira para treinar jogadas ensaiadas. Já no Bahia, o técnico Bobô retorna ao banco de reservas depois de cumprir suspensão de um mês por indisciplina. O zagueiro Marcelo Souza reassume sua vaga na defesa após ter ficado de fora da partida anterior devido ao cartão amarelo. O restante do time é o mesmo que derrotou o Vitória por 3 a 1. Bobô garante que seu time vai jogar atacando mesmo com a vantagem de poder perder por diferença de um gol. A Liga do Nordeste organizou uma grande festa para a final do torneio, com apresentação da ginasta Daniele Hypólito, e a interpretação dos hinos do Vitória e do Bahia por cantores da terra. A grande incoerência dos organizadores, contudo, foi programar uma decisão envolvendo as duas maiores torcidas do Nordeste no Estádio Barradão, com capacidade de 40 mil pessoas e situado na periferia de Salvador. O maior estádio da cidade, a Fonte Nova, tem a capacidade para 80 mil torcedores e situa-se no centro da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.