Vitória tenta tenta manter embalo contra o Náutico

Embalado com a goleada de 6 a 2 sobre o Santos, conquistada no último domingo, o Vitória enfrenta o Náutico nesta quinta-feira, a partir das 21 horas, no Estádio dos Aflitos, em Recife. E a ordem no time baiano é se manter no G-4, o grupo dos quatro melhores do Brasileirão, depois de ter começado a 11ª rodada em terceiro lugar - 19 pontos.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

16 de julho de 2009 | 08h10

No treino realizado na quarta-feira, antes do embarque para Recife, o técnico Paulo César Carpegiani praticamente definiu a equipe do Vitória. São três desfalques por suspensão: o lateral Apodi e os volantes Uelliton e Vanderson. Por enquanto, ele só anunciou a formação do meio-de-campo, com as entradas de Magal e Carlos Alberto.

A única dúvida que o treinador levou para Recife é qual jogador escalar no lugar de Apodi. Tanto o reserva imediato da vaga, Nino, quanto o atacante Adriano treinaram na posição. E Carpegiani demonstrou ter preferência pelo segundo, como forma de manter a postura ofensiva. "Vamos lá para ganhar e seguir atrás da liderança", disse Adriano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.