Vitória terá improvisações contra o Atlético-MG

O técnico do Vitória, Paulo César Carpegiani, só vai definir a equipe que enfrenta o Atlético Mineiro, líder do Campeonato Brasileiro com 24 pontos, momentos antes da partida, neste domingo, às 16 horas, no estádio Barradão, em Salvador. A equipe defende os 100% de aproveitamento jogando em casa (5 vitórias em 5 partidas) e a manutenção da posição no chamado G-4 - está na quarta colocação, com 20 pontos.

TIAGO DÉCIMO, Agencia Estado

19 de julho de 2009 | 08h13

As dúvidas estão concentradas na defesa da equipe: os três zagueiros titulares - Wallace, Victor Ramos e Anderson Martins - estão suspensos para a partida. Wallace foi expulso no jogo contra o Náutico e os outros dois receberam o terceiro cartão amarelo. O único zagueiro reserva do elenco, Marco Aurélio, ainda se recupera de contusão. E o volante Vanderson foi suspenso por três partidas, pelo STJD, por uma expulsão no jogo contra o Flamengo.

A delegação do Vitória voltou a Salvador na sexta-feira e foi direto para o Centro de Treinamento, onde Carpegiani começou a fazer testes usando jogadores da equipe de juniores para compor a zaga. Os testes continuaram na manhã deste sábado, mas o técnico continuou com dúvidas.

Na maior parte do tempo, porém, o treinador deu mostras de que pretende manter o esquema 3-5-2, que tem funcionado sobretudo nos jogos em Salvador. Para isso, ele deve optar pela presença de dois zagueiros da equipe de juniores, Gabriel e Reniê, auxiliados pelo volante Uelliton, que volta à equipe depois de cumprir suspensão contra o Náutico, improvisado na zaga.

Carpegiani também testou o lateral esquerdo Robson entre os zagueiros, no lugar de Reniê, e Alan, também da equipe de juniores, na formação. "Preciso de mais tempo para pensar", admitiu o técnico, no fim do treino. Por outro lado, o treinador pode voltar a escalar o lateral direito Apodi, destaque da equipe na competição, que assim como Uelliton cumpriu suspensão automática na última rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroVitória

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.