Vitória vai ao STJD contra punição

Sentindo-se prejudicado com uma decisão do Tribunal de Justiça de CBF que puniu o Vitória com a perda do mando de campo de sua primeira partida diante do Flamengo pelas semifinais da Copa do Brasil, a direção do clube deu entrada nesta segunda-feira à tarde no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com um mandado de segurança para cassar a decisão e garantir a realização do jogo no Estádio Manoel Barradas.A punição do Vitória ocorreu devido ao fato de um torcedor arremessar uma garrafa plástica no campo durante a partida em que o time baiano eliminou o Internacional por um placar de 3 a 1. Durante o jogo o goleiro Clémer, do Inter, irritou-se com um gandula que estava retendo a bola para ajudar o Vitória e tentou agredí-lo com uma bolada.Tanto a direção do Vitória como a da Federação Baiana de Futebol consideraram a punição excessiva. Os torcedores do rubro-negro baiano também ficaram indignados, principalmente porque quando joga no Barradão o Vitória se transforma e tem vencido todos os confrontos.Devido ao problema, a CBF transferiu a primeira partida entre Vitória e Flamengo nesta quarta-feira para o Estádio Rei Pelé de Maceió, cidade que tem uma legião de torcedores flamengistas. O jogo só retorna para o Barradão caso o clube obtenha uma liminar no STJD. A segunda partida será no Maracanã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.