Vitória vence o São Paulo na estréia

O Vitória da Bahia soube aproveitar a falta de inspiração da equipe do São Paulo e abriu o Grupo C da Copa dos Campeões, em Natal, batendo o tricolor paulista por 2 a 0 nesta quarta-feira. Com atuações apagadas de Adriano e Reinaldo, o São Paulo pouco ameaçou o goleiro Jean.Com 15 minutos de atraso devido a forte chuva que cai desde o início da noite em Natal, São Paulo e Vitória fizeram uma partida, que durante os primeiros 30 minutos não mostrou um bom futebol. Aos 32 minutos o meia Adriano bateu cruzado, levando perigo ao goleiro Jean. Dois minutos depois, o zagueiro Elói aproveitou uma bobeira da zaga tricolor e chutou por cima do travessão. Aos 43 minutos, Alan Delon recebeu passe de André na entrada da área e bateu forte, obrigando Róger a defender com o pé. Na seqüência, o lateral esquerdo Paulo Rodrigues arriscou de longe e acertou o travessão. No último lance de perigo da primeira etapa o zagueiro Marcelo Heleno acertou boa cabeçada após cruzamento. Ao final do primeiro tempo o técnico Oswaldo de Oliveira reclamou do campo pesado. "Espero que possamos melhorar a mossa produção no segundo tempo".O primeiro lance de perigo do segundo tempo aconteceu aos 10 minutos, quando Róger antecipou um cruzamento rasteiro na pequena área, impedindo que Alan Delon marcasse. O atacante baiano tocou fraco e facilitou a defesa parcial do goleiro são-paulino. Aos 13 minutos Fábio Simplício acertou a trave direita de Jean, que ficou torcendo para a bola não entrar.Mais disposto a obter a vitória, a equipe baiana abriu o marcador aos 15 minutos, quando o meia Dudu enfiou um passe preciso para o atacante colombiano Aristizabal, que arriscou um chute forte e rasteiro, acertando o canto esquerdo de Róger. A partir dai o Vitória passou a pressionar sistematicamente o time paulista.Aos 20 minutos Róger evitou um gol olímpico de Dudu. Aos 22, Fábio Simplício salvou gol em cima da linha após toque de calcanhar de Alan Delon. No lance mais plástico da partida, Aristizabal recebeu da entrada da grande área e colocou à esquerda de Róger. A bola bateu na trave.Apesar da entrada de Souza em lugar de Júlio Baptista, aos 18 minutos, quase nada mudou no São Paulo, a não ser para pior. Depois de uma entrada violenta em Dudu, Maldonado foi expulso. O goleiro Róger reclamou da marcação do juiz Wagner Tardelli e também recebeu cartão vermelho. Com nove jogadores, o São Paulo segurou a derrota pelo placar mínimo até os 46 minutos. Após falta cobrada próximo à grande área, o goleiro Márcio espalmou possibilitando ao lateral Maurício tocar de cabeça e fazer o segundo gol do Vitória."Tivemos o resultado merecido pelo que apresentamos em campo", comemorou o técnico Joel Santana. O são-paulino Souza disse após a partida que "o importante foi que a equipe mesmo com nove jogadores tentou resistir", declarou o meia, acreditando numa melhoria do futebol tricolor na próxima partida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.