Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Viúva de Fernandão cita Jesus para perdoar atitude de gremistas

Centenas de gremistas cantaram "o Fernandão morreu", referindo-se ao acidente de helicóptero que matou o ex-atacante do Internacional

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

12 de agosto de 2014 | 19h17

A viúva do atacante Fernandão disse sentir pena e vergonha dos gremistas que cantaram o morte marido, como se comemorassem a tragédia, durante o clássico entre Inter e Grêmio do último domingo, no Beira-Rio. Em mensagem postada no Instagram nesta terça-feira, Fernanda Costa citou a frase de Jesus Cristo – "Pai, perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem" – e afirmou que o episódio "é muito pequeno" e não merece ser valorizado.

Pouco antes do clássico, vencido pelo Internacional por 2 a 0, centenas de gremistas misturados aos 1,3 mil que entraram no estádio cantaram "o Fernandão morreu", referindo-se ao acidente de helicóptero que matou o sempre ídolo adversário no dia 7 de junho, em Aruanã (GO).

A iniciativa, de péssimo gosto, teve o agravante de ferir a simbologia da data – Dia dos Pais – e atingir duas crianças de 11 anos, os gêmeos Enzo e Eloá, filhos de Fernandão, que estavam em um camarote acompanhados do presidente da Federação Gaúcha de Futebol, Francisco Noveletto. Quando ouviram o cântico, Noveletto e outras pessoas trataram de desviar a atenção das crianças para que não percebessem a grosseria e falta de sensibilidade dos torcedores.

O episódio revoltou os colorados e também a maioria dos gremistas, que passaram a condená-lo nas redes sociais. O vice-presidente do clube, Nestor Hein, lamentou a atitude, destacou a "grande pessoa" que era Fernandão e ressaltou que o clube permanece solidário com a família do atleta. "Quem entoa cânticos de morte é um aleijão moral", definiu.

Na mensagem que postou, Fernanda deixou escapar a dor pelo episódio, mas foi elegante. "Primeiramente quero agradecer aos gaúchos, colorados e gremistas! Foram tantas homenagens que o Fer recebeu! Muito maior do que o que aconteceu no domingo! Quero agradecer em especial aos dirigentes e torcedores do Grêmio pois recebi deles também muito carinho! Temos muitos novos gremistas GRANDES AMIGOS! Que hoje inclusive estão me ajudando muito! Sei que acima de clube somos pessoas e o Fer sabia como ninguém respeitar isso! Fiquei triste porque meus filhos estavam lá, foi o primeiro Gre-Nal da vida deles, e era dia dos PAIS! Foi maldade! Para minha família o SER está acima de time, raça, cor, religião! Sinto pena daquelas pessoas pois, hoje mais do que nunca, tenho a real noção do que tem valor na vida! Devem estar com vergonha hoje! Então, como disse Jesus: "Pai, perdoa-lhes, eles não sabem o que fazem". É muito pequeno para dar valor", escreveu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterFernandão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.