Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Vladimir lamenta empate do Santos: 'Não foi o que queríamos'

Resultado em Belo Horizonte mantém time perto do rebaixamento

O Estado de S. Paulo

10 de junho de 2015 | 22h20

O Santos abriu a rodada do Campeonato Brasileiro uma posição acima da zona do rebaixamento e não saiu satisfeito com o empate em 2 a 2 nesta quarta-feira diante do Atlético-MG, em Belo Horizonte. Para o goleiro Vladimir, o resultado foi abaixo do esperado e não alivia a situação do time.

A equipe da Vila Belmiro foi a sete pontos, subiu para a 15ª colocação e pode fechar a rodada na zona de rebaixamento caso no fim de semana o Palmeiras derrote o Fluminense em casa e o Flamengo bata o Coritiba no Couto Pereira. "Não foi o resultado que nós queríamos. Mas a equipe está de parabéns, sabíamos da dificuldade que é enfrentar aqui o Atlético-MG", disse o goleiro ao fim do jogo.

Vladimir foi um dos melhores em campo e evitou a derrota do time. No primeiro tempo a equipe levou a virada e terminou perdendo por 2 a 1, até conseguir reagir e empatar com Gabriel, antes de passar por mais sufoco no fim do jogo, quando o Atlético-MG voltou a pressionar.

O placar é o terceiro empate seguido em 2 a 2 da equipe e a quarta igualdade do Santos no Brasil. A situação na tabela é ruim e a permanência do técnico Marcelo Fernandes não é garantida. "O professor está fazendo o trabalho dele e tem todo o respaldo do elenco", explicou. O time não vence há cinco rodadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.