Ricardo Saibun/Divulgação
Ricardo Saibun/Divulgação

Volante afirma que Santos evita rótulo de favorito ao título no Paulistão

'Prefiro pelas beiradas e na final sairmos campeões', comentou Alan Santos

Sanches Filho, Agência Estado

24 de fevereiro de 2014 | 16h45

SANTOS - Líder geral do Paulistão, o Santos ficou no empate sem gols com o São Paulo neste domingo no Morumbi. Apesar de reconhecer que a equipe buscava a vitória, o volante Alan Santos surpreendeu nesta segunda-feira ao afirmar que o empate agrada porque afasta da equipe o rótulo de favorita ao título. Tudo para que, segundo ele, o time "coma pelas beiradas".

"A gente queria os três pontos de lá, mas foi bom, sim, sair com o empate do Morumbi. Sempre que ganhamos o Paulista foi quietinho, sem a imprensa para nos colocar como favoritos. Se ganhássemos viraríamos o time a ser batido. Prefiro pelas beiradas e na final sairmos campeões", comentou o volante, em entrevista coletiva.

Ele chegou para falar com os jogadores nesta segunda-feira com o olho roxo, símbolo da batalha de domingo. "Foi um lance natural de jogo", garantiu. Alan Santos também falou sobre a polêmica do jogo, envolvendo Rogério Ceni. No fim do jogo, Gabriel saiu reclamando que o goleiro mandava no jogo, em referência ao pênalti que o árbitro anotou para o Santos e voltou atrás por impedimento.

O volante, porém, defendeu o são-paulino. "O Rogério Ceni ontem (domingo) fez o que tinha que fazer, era o capitão do time. O juiz pode errar também, eles acertaram como também erraram outros lances. Achei que houve outro pênalti no Rildo, do Rodrigo Caio. Ele tem que falar mesmo, é um cara experiente, um cara importante, que tem uma liderança muito grande no São Paulo", avaliou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.