Paulo Pinto/ saopaulofc.net
Paulo Pinto/ saopaulofc.net

Rafinha reencontra o Coritiba e pede São Paulo atento; Colorado é dúvida

Time do Morumbi tem duelo importante com paranaenses, que têm a mesma pontuação na tabela do Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

07 de junho de 2022 | 17h56

O técnico Rogério Ceni vai depender do aval do departamento médico do São Paulo para saber se poderá contar com o volante Andrés Colorado para a partida desta quinta-feira, contra o Coritiba, na capital paranaense.

O jogador colombiano já está liberado para realizar atividades com bola, mas segue ainda o protocolo de transição física para ficar 100% à disposição do treinador. Na manhã desta quarta, ele participou dos trabalhos de campo e deixou a comissão técnica otimista.

O aproveitamento do atleta uma boa opção para Ceni que já conta com outros desfalques no setor. Alisson, com dores no joelho corre o risco de não atuar no Sul. Nikão, Gabriel Sara e Talles Costa, também machucados, engrossam a lista de atletas em tratamento no Reffis do clube.

Com tantos desfalques, Ceni vem trabalhando junto ao elenco para estudar a melhor forma de montar a equipe. Os retornos de Rafinha e Igor Gomes, no entanto, já aliviam o problema do treinador.

São Paulo e Coritiba aparecem empatados com 14 pontos juntamente com o América-MG e Internacional. O time do Morumbi, que figura na sexta colocação pelos critérios de desempate, tenta acabar com a série de três empates no Brasileiro para voltar a encostar nos líderes.

RAFINHA VOLTA AO COUTO PEREIRA

Oriundo das categorias de base do Coritiba, o lateral Rafinha vai fazer uma viagem no tempo nesta quinta-feira, quando entrar em campo no estádio Couto Pereira, para encarar o time que o revelou para o futebol. Atualmente no São Paulo, o experiente jogador disse estar preparado para o compromisso, mas admitiu que terá um sentimento diferente.

"Voltando agora depois de 17 anos. O Couto Pereira foi onde eu comecei a minha carreira. Claro que vai ser um sentimento diferente, mas vamos com tudo , pois precisamos da vitória", afirmou o lateral-direito.

Um dos atletas mais experientes do elenco, o jogador de 36 anos disse conhecer bem a atmosfera que o aguarda. No entanto, garante que a equipe do Morumbi vai estar pronta para suportar a pressão.

"Sei bem como é. O Coritiba é muito forte lá dentro, já estive daquele lado e sei que o torcedor apoia o tempo todo. Mas aqui no São Paulo, todos estão preparados para essa partida", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.