JF DIório/AE
JF DIório/AE

Volante Chico prevê cobrança maior no Palmeiras em 2012

Jogador acredita que time terá grande responsabilidade depois de temporada frustrante

AE, Agência Estado

26 de dezembro de 2011 | 13h36

SÃO PAULO - Depois de mais uma temporada frustrante, novamente sem títulos - não ganha nada desde o Paulistão de 2008 -, o Palmeiras já entra em 2012 pressionado. E, como reconheceu o volante Chico, os próprios jogadores do elenco palmeirense sabem disso, conscientes de que a cobrança e a responsabilidade serão maiores no ano que vem.

"Quando um clube grande fica algum tempo sem ganhar nada, é claro que as cobranças só aumentam. Pela história do Palmeiras, a gente sabe que fizemos muito pouco (em 2011) e a necessidade por novos objetivos vai aumentar em 2012. A responsabilidade será muito maior", admitiu Chico, em entrevista ao site oficial do Palmeiras.

Apesar disso, Chico garante estar preparado para o desafio. "Não tenho dúvida de que, quem for permanecer, vai ter essa consciência de se doar um pouco mais e buscar coisas positivas e objetivos maiores pelo clube. Eu não tenho medo de assumir essa responsabilidade e creio que a maioria do nosso elenco pensa assim", disse.

Mas ele também espera a chegada dos reforços pedidos por Felipão - até agora, o Palmeiras só contratou o lateral-esquerdo Juninho. "Nosso elenco provou em muitos jogos, inclusive nos clássicos, que não é ruim e pode fazer frente com os principais adversários. Mas é claro que necessitamos de mais algumas peças", avaliou Chico.

Contratado junto ao Atlético-PR, Chico chegou ao Palmeiras no começo deste ano. Ele nunca conseguiu se firmar como titular no time de Felipão, mas teve participação importante ao longo da temporada, disputando um total de 44 jogos. Agora, o volante espera crescer de produção em 2012, juntamente com a equipe palmeirense.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasChico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.